Dólar tem maior baixa semanal em sete meses

Moeda dos EUA recuou 0,45% nesta sexta-feira (16) e encerrou a sessão a R$ 3,2213 na venda

Escrito por Redação Diário do Nordeste,

Negócios

Com tranquilidade no cenário externo e a cena política interna no radar dos investidores após o anúncio da intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro, o dólar recuou 0,45% nesta sexta-feira (16) e encerrou a sessão a R$ 3,2213 na venda.

Na semana, a moeda norte-americana acumula baixa de 2,45% ante o real, a maior queda semanal em sete meses. No dia, o dólar chegou a operar vendido a R$ 3,2026 na mínima e a R$ 3,2486 na máxima.

Na cena interna, o mercado vê na intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro um risco para a reforma da Previdência.

No exterior, o dólar subia ante uma cesta de moedas e divisas de países emergentes, como o peso argentino. Na semana passada, a moeda dos EUA chegou a bater os R$ 3,30 após dados mais robustos sobre a economia dos Estados Unidos, o que levou o mercado a crer na possibilidade de o Fed implementar um ritmo maior na elevação dos juros.

O Banco Central vendeu integralmente a oferta de até 9.500 contratos de swap cambial tradicional, que equivalem à venda futura de dólares. A autoridade já rolou US$ 2,85 bilhões de US$ 6,15 bilhões que vencem em março.


Mario Mesquita

Comércio exterior do Nordeste

Mario Mesquita
26 de Maio de 2022