Decon promove mutirão de renegociação de dívidas durante Semana do Consumidor

O feirão acontecerá de 11 a 14 deste mês e as empresas participantes deverão fornecer condições especiais

Legenda: A Semana Especial de Negociação de Dívidas acontece por meio de uma parceria envolvendo diferentes segmentos de serviços essenciais como o Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Santander, Oi, Vivo, Cagece e Enel, que participarão do evento.
Foto: Beatriz Bley

De 11 a 14 de março, o Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Decon) promoverá um mutirão de renegociação de dívidas. O evento acontece na sede do Decon, em Fortaleza, e ocorre em paralelo com a Semana do Consumidor.

A Semana Especial de Negociação de Dívidas acontece por meio de uma parceria envolvendo diferentes segmentos de serviços essenciais como o Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Santander, Oi, Vivo, Cagece e Enel, que participarão do evento. Assim, as demandas de negociação e renegociação de dívidas serão resolvidas de forma imediata.

“As empresas concordaram em haver uma forma especial de negociação de dívidas, então, quem for ao Decon terá condições especiais de renegociação. Ressaltamos que não é perdão de dívidas, mas renegociação, por isso, os consumidores devem levar todos os documentos referentes à dívida e saberem do que podem dispor financeiramente para fazer aquela negociação”, explica a promotora de Justiça Ann Celly Sampaio.

Ela explica ainda que as empresas participantes são as que obtiveram maior número de reclamações no Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec). O Banco Itaú, a Claro e a Tim foram convidados a participar do evento, mas não estarão presentes. Mesmo assim, todas as reclamações sobre estas três empresas serão registradas para serem apuradas pelo órgão consumerista.

O Decon ressalta que, durante os quatro dias de evento, somente serão feitas negociações e registradas reclamações referentes ao Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica, Santander, Oi, Vivo, Cagece, Enel, Itaú, Claro e Tim.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Assuntos Relacionados