Custos da construção ficam levemente mais altos no Ceará

Segundo dados do IBGE, O valor médio para construir em metro quadrado foi da ordem de R$1.040,82, alta de 0,23%

Legenda: Considerando os estados do Nordeste, o Ceará ocupa o quinto lugar entre as variações mais altas no mês
Foto: Foto: Bruno Gomes

Os custos da construção no Ceará apresentaram inflação de 0,23% no mês de maio. O valor médio para construir um metro quadrado foi da ordem de R$1.040,82, segundo os dados da pesquisa  Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados nesta sexta-feira (7).

Considerando os estados do Nordeste, o Ceará ocupa o quinto lugar entre as variações mais altas no mês. Quem lidera o ranking é o Rio Grande do Norte, com alta de 0,47%, seguido do  Piauí (0,38%) e Bahia (0,33%). Em contrapartida, o estado de  Alagoas apresentou a menor taxa, com uma variação negativa de 0,08%.

Com o resultado de maio, O Ceará acumula nos últimos 12 meses uma inflação de 2,50% e no ano 0,52%. 

Materiais

A parcela dos materiais variou 0,39%, com alta de 0,06 ponto percentual em relação ao mês anterior (0,33%) e 0,12 ponto percentual em relação a maio de 2018 (0,27%). Por outro lado, a parcela da mão de obra, com variação de -0,21%, caiu 0,57 ponto percentual em relação ao mês anterior (0,36%), e 1,07 ponto percentual em relação a maio de 2018 (0,86%). De janeiro a maio, os acumulados foram 2,27% (materiais) e 0,91% (mão de obra), sendo que em 12 meses ficaram em 6,63% (materiais) e 2,25% (mão de obra).

Brasil

Já para o cenário nacional, o Sinapi subiu 0,11% em maio, após uma elevação de 0 34% em abril. No ano de 2019, o índice acumulado ficou em 1,61%. A taxa acumulada em 12 meses foi de 4,49%. Segundo o IBGE, o custo nacional da construção alcançou R$ 1.131 89 por metro quadrado em maio acima dos R$ 1.130,67 por metro quadrado registrados em abril. 

A parcela dos materiais teve aumento de 0,39%, enquanto o custo da mão de obra caiu 0,21%.