Contas externas têm déficit 90% menor

Brasília. O aumento das exportações nas últimas semanas ajudou o Brasil a encerrar o mês de outubro com o melhor resultado das contas externas para o mês desde 2007. Dados do Banco Central (BC) mostram que o déficit das contas externas caiu 90% na comparação com o ano anterior, para US$ 343 milhões no mês passado.

Os números indicam ainda que o efeito da gradual retomada da economia começa a ser mais visível na demanda por bens e serviços do exterior e viagens internacionais, além de remessas de lucros e dividendos.

Ajuste continua

Números apresentados ontem, 23, indicam que o ajuste das contas externas continua. Ainda influenciado pela mais profunda recessão, o total das transações do Brasil com o mundo gerou saldo negativo de US$ 3,03 bilhões de janeiro a outubro, valor 82% menor que o visto um ano antes. Parte desse ajuste é resultado da balança comercial.