Confiança do empresário do comércio cearense avança 4,4%

Perspectivas para o futuro, refletidas no Índice de Expectativas Futuras – IEF, tiveram piora de 5,0%

O bimestre móvel que compreende os meses de julho e agosto mostra que o empresariado cearense está mais otimista. Segundo a pesquisa Índice de Confiança do Empresário do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Ceará (ICEC), houve aumento de 4,4% no sentimento geral de confiança, com o índice passando de 92,9 pontos, no bimestre maio/junho, para 97 pontos na medição atual.

O resultado foi influenciado pela percepção de melhora no setor de atividade e na condição geral das próprias empresas, com potenciais repercussões no mercado de trabalho, aumentando as contratações.

O componente Índice de Situação Presente - ISP passou pela mudança mais expressiva, com incremento de 32,9%, saindo de 51,1 pontos no segundo bimestre para 67,9 pontos em julho.

As perspectivas para o futuro, refletidas no Índice de Expectativas Futuras – IEF, tiveram piora de 5,0%, influenciada, principalmente por conta das preocupações com o ambiente econômico e os seus efeitos sobre o potencial de faturamento futuro, com 35,3% dos entrevistados prevendo piora no valor das vendas para os próximos seis meses – em maio, esse índice era de 22,9%. Mesmo com a queda, o índice permanece na área que indica otimismo, com 122,5 pontos.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?