Conexão SVM discute estratégias das empresas para se reinventar durante a pandemia

Luciano Melo, consultor de empresas e diretor do INDEEX Talente - polo da universidade Mackenzie em Fortaleza, é o convidado do dia

Legenda: Live discutirá realidade durante e depois da pandemia do novo coronavírus
Foto: Foto: Reprodução

Há quase dois meses em isolamento social no Ceará e ainda sem previsão de quando a pandemia irá cessar, as empresas no Estado seguem tentando se reinventar e se preparar para a volta à normalidade, ainda que na certeza que de o cenário será diferente do observado antes.

Para debater esse novo momento para os negócios no pós-pandemia, o Conexão SVM convida o consultor de empresas e diretor do INDEEX Talente - polo da universidade Mackenzie em Fortaleza -, Luciano Melo. 

O consultor ressalta que muito tem-se falado no futuro pós-pandêmico e no legado que o coronavírus irá deixar. "A pandemia é um grande cisne negro que não existe precedente no passado para prever o futuro. Então, qualquer exercício de premonição ou de previsão do futuro é completamente inócuo, porque não temos referência histórica para isso", afirma.

Segundo ele, o futuro que enxergamos é aquele que desejamos. "A pandemia externaliza tudo aquilo que estava latente como dinâmica social. O grande convite para essa live é justamento olharmos para os cenários possível à luz daquilo que é produção social em estado latente, ou seja, aquilo em que nossa sociedade foi se construindo a partir dos absurdos cotidianos", ressalta Melo.

O consultor ainda pontua que agora é inevitável a sociedade olhar para os dilemas existentes e, consequentemente, para o mundo que queremos construir no futuro que está por vir.

Perfil

Luciano Melo é consultor de empresas, diretor da Parceria Consultores Associados e do INDEEX Talent - Polo da universidade Mackenzie em Fortaleza. 

Especializado em desenvolvimento de pessoas, educação corporativa e Cultura Organizacional, é autor do livro 'Buscando a Integridade Perdida: a sabedoria perene aplicada à vida cotidiana'. Possui experiência de vinte e cinco anos em empresas com atuação nacional e internacional.