Com pandemia, PIB do Ceará encolhe mais de 4,6% no primeiro trimestre de 2020

Resultado reflete impacto da pandemia do novo coronavírus na economia local

O Produto Interno Bruto do Ceará apresentou uma queda de 4,65% no primeiro trimestre de 2020, ante o último trimestre do ano passado. O resultado foi apresentado pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), nesta terça-feira (30).

Frente a igual período de 2019, a queda é menor, mas ainda ficou abaixo do desempenho nacional no período – recuos de 0,45% e de 0,3%, respectivamente.

 

Segundo Nicolino Trompieri Neto, coordenador de Contas Regionais do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Estado do Ceará (Ipece), o resultado foi registrado como reflexo dos impactos da pandemia do novo coronavírus.

Já o Brasil apresentou uma queda 1,5% nos três primeiros meses de 2020, em comparação com os meses de outubro a dezembro do ano passado.

Base de comparação

Segundo Trompieri, a queda no Ceará foi maior porque a base de comparação no Estado era maior do que a média nacional, gerando uma retração consideravelmente maior.

"Tivemos uma queda maior porque a base de comparação era muito alta, já que vínhamos apresentando resultados acima da média nacional há vários meses", disse.

Na comparação com o primeiro trimestre de 2019, a agropecuária cearense registrou uma queda de 9,1%. Já o setor de serviços retraiu 3,07%, enquanto a indústria caiu 9,81%.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios