Ceará gera 993 novos postos formais em setembro

Estado já tinha apresentado crescimento em agosto e segue mostrando indícios de recuperação no mercado de trabalho

Após gerar 871 postos formais em agosto, quebrando uma grande sequência de resultados negativos, o mercado de trabalho cearense voltou a evoluir no último mês de setembro, período em que criou 993 novos empregos com carteira assinada. É o segundo mês seguido com saldo positivo.

O resultado consta no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira (26) pelo Ministério do Trabalho.

O maior destaque do Estado em setembro foi o setor de serviços, com a criação de 1.448 postos formais no período, o que compensou a perda de 1.056 vagas do comércio. A agropecuária também se destacou, gerando 952 empregos celetistas. Apesar de pequena, a indústria de transformação foi outro setor com variação positiva, tendo criado 69 novas vagas.

Brasil

Nacionalmente, as vagas de trabalho com carteira assinada continuaram sendo fechadas em setembro. Segundo o Caged, foram fechados 95.602 postos no período, pior resultado para o mês desde o início da série histórica do Ministério do Trabalho, em 1992.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios