Ceará é 3º do NE em beneficiários de plano de saúde

Região Nordeste é a segunda maior em número de usuários e teve crescimento de 5,9% no ano passado

Legenda: Em âmbito nacional, o Ceará ocupa a nona posição em participação, com 2,4% do total
Foto: FOTO: DIVULGAÇÃO

O Ceará é o terceiro do Nordeste em número de beneficiários de planos de saúde, com 1,2 milhões de adesões, segundo os dados do levantamento realizado pelo Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS). A pesquisa, que levou em consideração os dados de 2013 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), revelou ainda que a Região Nordeste é a segunda do País nesse mesmo índice, com um total de 6,8 milhões de beneficiários, superando a Região Sul, que tem 6,7 milhões.

O volume de beneficiários do Nordeste representa 13,6% do total nacional, que foi de 50,3 milhões no ano passado. O Ceará é o nono Estado no ranking de participação, com 2,4% do total De acordo com o superintendente-executivo do IESS, Luiz Augusto Carneiro, a quantidade de beneficiários no Nordeste está crescendo, nos últimos trimestres, quase duas vezes mais rápido do que a média nacional.

"Esse número tem aumentado principalmente em virtude das contratações coletivas empresariais. E isso tem ocorrido pelo bom desempenho dos índices de emprego no país e, principalmente nas Capitais", acrescenta Carneiro. Apesar de possuir um alto número de beneficiários e ter apresentado o segundo maior crescimento em 2013 (5,9%), a região ainda possui um baixo porcentual de cobertura da população local (12,7%).

Para Carneiro, contudo, essa desvantagem revela que ainda há espaço e potencial para o crescimento do Nordeste no setor. "Outro fator importante é que nos últimos anos houve um grande desenvolvimento econômico da região, com portos e grandes empresas se fixando, o que gera emprego, e também as empresas também passam a oferecer o benefícios aos seus colaboradores" complementa.

Variações

Com uma taxa de cobertura de 14,2% da população local, o Ceará foi o oitavo Estado com maior crescimento em beneficiários, apresentando variação de 7,3%. O maior crescimento em 2013 foi do Maranhão, com 11,8%, enquanto Rondônia teve retração de 13,7%. A região com maior crescimento anual em beneficiários foi a Centro-Oeste, com índice de 7,3%, enquanto o Sul cresceu apenas 2,8%. O Sudeste concentra o maior número de beneficiários, com 31,9 milhões de usuários. A menor taxa de cobertura da população é na Região Norte, com 11,2%. O índice nacional de cobertura é 25,9%. Os planos coletivos, responsáveis pelo crescimento do setor, reuniram, em 2013, 39,7 milhões de beneficiários, enquanto os individuais atingiram 9,9 milhões de usuários.

Jéssica Colaço
Repórter

arte

Quero receber conteúdos exclusivos sobre negócios

Egídio Serpa 22 de Janeiro de 2021