Caixa credita hoje auxílio emergencial para nascidos em julho

Receberão o benefício quase 4 milhões de pessoas

App da Caixa
Legenda: O saque em dinheiro do benefício, em uma agência do banco, é autorizado posteriormente, conforme calendário definido pelo governo
Foto: Agência Brasil

A Caixa credita nesta quarta-feira (12) auxílio emergencial para quase 4 milhões de beneficiários nascidos em julho. São 3,9 milhões de pessoas nascidas em julho que já tinham a programação de receber nesta data. Os demais, 98 mil, são os beneficiários nascidos em julho que tiveram o pedido liberado no início deste mês. Eles tiveram o cadastro reavaliado pela Dataprev após o pedido ter sido negado inicialmente ou o pagamento ter sido suspenso.

Os novos beneficiários recebem os créditos conforme o calendário do Ciclo 1 de acordo com o mês de nascimento.

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia da covid-19.

A Caixa tem disponibilizado o auxílio em uma poupança digital, acessível pelo aplicativo Caixa Tem. Pelo aplicativo é possível fazer compras online em estabelecimentos autorizados e pagar boletos.

O saque em dinheiro do benefício, em uma agência do banco, é autorizado posteriormente, conforme calendário definido pelo governo, considerando o mês de nascimento do beneficiário. As transferências para outros bancos ou para contas na própria Caixa seguem o mesmo calendário de saque. Nesse caso, os recursos são transferidos automaticamente para as contas indicadas pelo beneficiário.

Recebem nesta quarta-feira, trabalhadores do Cadastro Único e inscritos via site e app, nascidos em julho:

- Aprovados no 1º lote recebem a quarta parcela;
- Aprovados no 2º lote recebem a terceira parcela;
- Aprovados no 3º e 4º lotes recebem a segunda;
- Aprovados no 5º e 6º lotes recebem a primeira parcela;
- Aprovados no 1º lote cujo benefício foi suspenso recebem a terceira e quarta parcelas.

Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?