Avianca segue em dívida com a Fraport; aérea confirma voos

Concessionária do Aeroporto diz que Avianca não efetuou pagamento

Legenda: A Avianca tem dívidas de R$9 milhões com a concessionária do Aeroporto, Fraport.
Foto: Foto: Thiago Gadelha

O episódio de dívidas e incertezas entre a Avianca e a Fraport Brasil continua. Mas desta vez, os posicionamentos das duas empresas se contradizem. A companhia aérea afirmou que a operação no Aeroporto de Fortaleza segue normalmente, mesmo a concessionária do terminal impondo medidas de cobrança antecipada das tarifas dos voos. "Até o momento, a Avianca não efetuou nenhum pagamento, nem da dívida, nem do repasse antecipado das taxas de embarque", informou a Fraport na tarde de ontem (9). Já a Avianca Brasil disse que está tomando todas as medidas necessárias para garantir a continuidade de sua operação, de acordo com a Resolução 400 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Segundo essa norma da agência, as alterações realizadas de forma programada pelo transportador, em especial quanto ao horário e itinerário originalmente contratados, deverão ser informadas aos passageiros com antecedência mínima de 72 horas. "O transportador deverá oferecer as alternativas de reacomodação e reembolso integral, devendo a escolha ser do passageiro".

A Avianca tem dívidas de cerca de R$9 milhões com a Fraport, com perdas de receitas diárias de R$50 mil.

Caso

Berg Mota, administrador, tem viagem agendada pela Avianca em 1º de junho. Além de não saber se vai embarcar, ele já teve o voo alterado porque a companhia não realiza mais a rota Fortaleza-Galeão (Rio de Janeiro). A viagem a lazer se tornou um caos. Segundo ele, o avião deveria chegar à capital fluminense às 7h30. A alteração proposta pela companhia indica uma conexão em Guarulhos (São Paulo) chegando ao Galeão apenas às 18h45, quase 12h de diferença.

"A companhia não nos avisou nada. Ligamos para a central de atendimento e ficamos esperando. Nenhuma resposta. Depois resolvemos entrar no site. Após diversas tentativas, conseguimos ver que os voos haviam sido cancelados e remarcados. Tenho compromisso no Rio de Janeiro e não tenho como aceitar essa mudança de horário".

A Avianca segue ameaçada a não operar em Fortaleza a partir desta quinta-feira (11). Segundo a Fraport, a Companhia ainda não realizou nenhum pagamento. Incerteza de voos afeta passageiros da aérea.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de negócios?