Agências da Caixa amanhecem com aglomeração na manhã deste sábado (1º)

Banco efetua hoje pagamento do auxílio emergencial e do valor de R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço

Legenda: Agência da Caixa na Avenida João Pessoa registra longas filas na manhã deste sábado (27)
Foto: Helene Santos

Abertas neste sábado (1º) para o pagamento do auxílio emergencial e para o saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), algumas agências da Caixa Econômica Federal em Fortaleza voltaram a registrar aglomerações.

Nas unidades da Avenida Francisco Sá, no bairro Jacarecanga, e da Avenida João Pessoa, no bairro Parangaba, por exemplo, pessoas aguardavam o atendimento do lado de fora do banco sem respeitar o distanciamento social mínimo e algumas sem utilizar máscara de proteção.

Hoje é o dia de retirada do auxílio emergencial para os beneficiários nascidos em fevereiro e março. De acordo com a Caixa, a partir de hoje, mais de 7,4 bilhões de beneficiários nascidos nesses dois meses terão direito ao saque do valor. Também é possível transferir para contas Caixa e de outros bancos. As agências funcionam hoje até 12h.

Na fila à espera de atendimento na Caixa da Avenida João Pessoa para a retirada do auxílio emergencial, a artesã Rosilene Nepomuceno lamenta a aglomeração. "Várias pessoas estão aqui desde ontem para guardar o canto", diz. "Ninguém quer perder a data. Tem conta para pagar", diz.

Legenda: Agência da Caixa em Juazeiro do Norte amanhece com fila
Foto: Antônio Rodrigues
Legenda: Agência da Caixa em Caucaia amanhece com fila
Foto: Brenda Albuquerque
Legenda: Agência da Caixa em Messejana amanhece com fila
Foto: Helene Santos
Legenda: Agência da Caixa em Iguatu amanhece com fila
Foto: Wanderbeg Belém
Legenda: Agência da Caixa em Juazeiro do Norte amanhece com fila
Foto: Antônio Rodrigues

A reportagem solicitou um posicionamento à Caixa Econômica Federal e à Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) sobre a organização e fiscalização das filas no entorno das agências.

Em nota, a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) informou que realizou, ao longo desta semana, a organização de filas no entorno das agências da Caixa Econômica Federal que apresentam aglomerações. "Além do trabalho educativo de conscientização sobre a importância do distanciamento social, as equipes realizam a distribuição de máscaras de proteção, panfletos educativos e disponibilizam a higienização das mãos com álcool em gel 70%", diz a Agefis.

"Com o início do novo calendário de pagamento do Auxílio Emergencial, a Caixa Econômica solicitou o apoio da Agefis em 10 agências: Parangaba, Messejana, Praça do Ferreira, Francisco Sá, José Walter, Iracema (Centro), Mister Hull, Bezerra de Menezes, Bom Jardim (Osório de Paiva), Conjunto Ceará".

As operações no entorno de agências bancárias contam com o apoio dos agentes da Operação Via Livre, da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC). A Agefis informou ainda que neste sábado realizou operações para o controle de aglomerações na Rua José Avelino e entorno, e orla.

Interior

Em Juazeiro do Norte, as primeiras pessoas para serem atendidas na agência da Caixa Eletrônica Federal chegaram no início da madrugada. Na medida que as horas avançavam, a fila chegou a dar voltas no quarteirão e alcançar a Praça Padre Cícero, com extensão aproximada de 170 metros. O porteiro Rosemberg Lourenço, por exemplo, acordou 2h40 para acompanhar sua irmã que receberia o auxílio. Mesmo chegando 3h20, ele já encontrou cerca de 80 pessoas esperando. Com a demora, só conseguiu deixar o banco às 10h30. “É cansativo acordar cedo e ficar aqui em pé”, desabafa.  

A dona de casa Josefa Ferreira chegou um pouco mais tarde, às 6 horas, e a fila já alcançava a praça, dando voltas em dois quarteirões. Sentada em um capacete para descansar, denuncia: “É difícil não ter aglomeração. Veio gente até de outras cidades”. A comerciante Maria Cícera da Conceição, chegou às 4h para vender tapioca e café. Cinco horas depois, tudo já tinha esgotado. “Aqui estava bem pior. Esgotou tudo faz tempo”, conta.  

Ao redor da agência também foram formadas grandes filas paralelas. A luta era para serem atendidos nas gráficas e tirar cópias dos documentos, exigência para entrar na unidade bancária. Sem controle de distanciamento, algumas pessoas, inclusive sem máscara, se amontoavam à espera do serviço.

No centro de Iguatu, beneficiários também aguardavam em uma longa fila atendimento para retirada do auxílio emergencial e do FGTS.

Legenda: Em Iguatu, pessoas madrugaram na fila para ter acesso aos benefícios pagos pela Caixa
Foto: Wandemberg Belém

Ciclo de pagamentos

O pagamento do auxílio emergencial deste sábado se refere ao ciclo um do calendário de pagamentos. Segundo o banco, os ciclos de crédito em conta e saques em espécie seguem até dezembro para o pagamento das cinco parcelas definidas pelo Governo Federal.

Veja o calendário de pagamentos em espécie do auxílio emergencial:

  • Nascidos em fevereiro e março: 01/08
  • Nascidos em abril: 08/08
  • Nascidos em maio: 13/08
  • Nascidos em junho: 22/08
  • Nascidos em julho: 27/08
  • Nascidos em agosto: 01/09
  • Nascidos em setembro: 05/09
  • Nascidos em outubro e novembro: 12/09
  • Nascidos em setembro: 17/09

Além do auxílio emergencial, os trabalhadores que desejam efetuar o saque emergencial do  Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), de até um salário mínimo (R$1.045) poderão recorrer as agências da Caixa.

Veja o calendário de saques:

  • Nascidos em janeiro: 25/07
  • Nascidos em fevereiro: 08/08
  • Nascidos em março: 22/08
  • Nascidos em abril: 05/09
  • Nascidos em maio: 19/09
  • Nascidos em junho: 03/10
  • Nascidos em julho e agosto :17/10
  • Nascidos em setembro e outubro: 31/10
  • Nascidos em novembro e dezembro: 14/11

Caso a poupança social digital do trabalhador não sofra nenhuma movimentação até o dia 30 de novembro deste ano, os valores retornarão à conta FGTS do trabalhador, devidamente corrigidos.   

Confira as unidades abertas neste sábado:

  • Barbalha: Av Cel. João Coelho, 55 - Centro
  • Camocim: Rua José de Alencar, 357 - Centro
  • Canindé: Rua Romeu Martins, 125 - Centro
  • Cascavel: Av. Chanceler Edson Queiroz, 2846 - Dom Bosco
  • Caucaia: Av. Edson da Mota Correia, 840 - Centro
  • Crateús: Rua Dom Pedro II, 933/939 - Centro 
  • Crato: Rua Cel. Luis Teixeira, 1064 - Centro
  • Fortaleza: Av. Santos Dumont, 2772 - Aldeota 
  • Fortaleza: Rua Floriano Peixoto, 1084 - Centro
  • Fortaleza: Rua Guilherme Rocha, 45 - Centro
  • Fortaleza: Av. Oliveira Paiva, 800 - Cidade dos Funcionários
  • Fortaleza: Av. H, 801, 3ª etapa - Conjunto Ceará 
  • Fortaleza: Av. Francisco Sá, 3832- Jacarecanga
  • Fortaleza: Rua Cel. Francisco Pereira, 62 - Messejana
  • Fortaleza: Rua 7 de setembro, 132 - Parangaba
  • Fortaleza: Av. Bezerra de Menezes, 1001 - São Gerardo
  • Horizonte: Av. Presidente Castelo Branco, 4844 - Centro
  • Icó: Av. Nogueira Acyoli, 1354 - Centro
  • Iguatu: Rua Floriano Peixoto, 633 - Centro
  • Itapipoca: Rua Dom Aureliano Matos, 390- Centro
  • Juazeiro do Norte: Rua da Conceição, 361 - Centro 
  • Limoeiro do Norte: Rua Cel Malveira, 2360 - Centro
  • Maranguape: Rua Capitão Jeová Collares, 101, Lj. 01 - Centro 
  • Pacajus: Rua Francisco Lopes, 170 - Centro
  • Quixadá: Rua Dr. Rui Maia, 580 - Centro
  • Sobral: Rua Cel. José Sabóia, 300 - Centro
  • Tauá: Rua Nenem Borges S/N - Centro