Aeroportos regionais do Ceará perdem 88 voos por semana com pandemia do coronavírus

O Aeroporto de Jericoacoara é o mais prejudicado da lista, com voos suspensos para Fortaleza, Belo Horizonte, Campinas e São Paulo/Guarulhos

Legenda: No Aeroporto de Jericoacoara, a Azul Linhas Aéreas suspendeu as frequências entre os dias 23 de março e 30 de junho.
Foto: Foto: Marcos Studart

Há uma semana sem voos comerciais, sete dos dez aeroportos regionais do Ceará, geridos pela Superintendência de Obras Públicas (SOP), estão praticamente parados. São ao menos 88 voos semanais, entre pousos e decolagens.

O maior prejudicado é o Aeroporto Comandante Ariston Pessoa, que serve a região do Parque Nacional de Jericoacoara, e que no ano passado movimentou mais de 113 mil passageiros e estava, antes da pandemia do novo coronavírus, em plena expansão.

Segundo a SOP, as operações foram interrompidas desde o dia 21 de março. No Aeroporto de Jericoacoara, a Azul Linhas Aéreas suspendeu as frequências entre os dias 23 de março e 30 de junho.

112 voos
A medida representa ao menos 112 voos suspensos (entre pousos e decolagens) no terminal até o período estipulado, uma vez que a companhia mantinha frequências para Confins (Belo Horizonte-MG) e Viracopos (Campinas-SP), sendo oito voos por semana.

Já a TwoFlex, parceira da Gol Linhas Aéreas, mantém temporariamente suspensas suas operações entre Jeri e Fortaleza. Semanalmente, o terminal tem perdido 42 voos da empresa, contabilizando chegadas e partidas. A Gol também interrompeu suas frequências para Guarulhos, totalizando seis voos por semana.

No Aeroporto Dragão do Mar, em Aracati, a Azul também suspendeu as operações entre a cidade e o Aeroporto de Recife até 30 de junho. São seis voos da empresa por semana, totalizando 42 voos interrompidos no período de suspensão.

Além disso, a TwoFlex mantinha 4 voos semanais entre Aracati e Fortaleza, que também foram interrompidos.

Contabilizando os demais aeroportos regionais, a perda chega a 22 voos semanais (pousos e decolagens) nos terminais de Iguatu, Tauá, Sobral, São Benedito e Crateús.

De acordo com dados da SOP, em 2019, foram movimentados quase 130 mil passageiros em 10 aeroportos regionais.

"A pausa dessas operações é mais um reforço às medidas governamentais constantes no Decreto 33.519, publicado ontem (19) no Diário Oficial do Estado (DOE), que estabelece medidas no que diz respeito a serviços de transporte rodoviário e metroviário", informou a SOP.