Turquia vai manter fronteira aberta a refugiados

O País já recebeu 5 mil imigrantes, entretanto 55 mil estão a caminho, ressalta o ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Cavusoglu

O ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Cavusoglu, afirmou neste sábado (6) que a Turquia vai manter a “política de fronteiras abertas” aos refugiados. “Mantemos esta política de fronteiras abertas para essas pessoas que fogem da agressão do regime [sírio] e dos ataques aéreos da Rússia”, disse Mevlut Cavusoglu na saída de uma reunião com ministros europeus em Amesterdã.

“Já recebemos 5 mil refugiados e há ainda cerca de 55 mil a caminho que não podemos deixar sozinhos, porque os ataques aéreos continuam e as forças do regime apoiadas por milícias xiitas do Irã também estão atacando esses civis”, acrescentou o ministro turco.

Milhares de sírios fugiram esta semana para a fronteira com a Turquia na sequência de uma ofensiva militar contra a cidade de Alepo, lançada pelo regime com o apoio da força aérea russa.

O posto de fronteira turco de Oncupinar continua hoje fechado, com milhares de pessoas – 20 mil, segundo a Organização das Nações Unidas – à espera do lado sírio para entrar na Turquia. As autoridades turcas começaram a montar ontem novas tendas num campo na fronteira. 


Assuntos Relacionados