Trump indica conservadora Amy Coney Barrett para a Suprema Corte

Indicação depende ainda da confirmação pelo Senado

Legenda: Trump escolhe a magistrada conservadora Amy Coney Barrett para vaga na Suprema Corte
Foto: AFP

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revelou, ontem, o nome da magistrada que substituirá a juíza Ruth Bader Ginsburg na Suprema Corte dos Estados Unidos, a cinco semanas da eleição presidencial em 3 de novembro. A escolha do republicano é a magistrada conservadora Amy Coney Barrett.

Com a indicação dessa professora de Direito, de 48 anos, se confirmada pelo Senado, isso consolidará a maioria conservadora na Suprema Corte do país, que toma decisões cruciais para a sociedade americana. 

Barrett será a substituta da progressista e ícone feminista Ruth Bader Ginsburg, conhecida como "RBG", que faleceu de câncer aos 87 anos de idade na última semana.

A rápida nomeação da sucessora à "RBG" é uma decisão polêmica pro ser tomada a menos de 40 dias antes das eleições presidenciais. 

O assunto certamente será um tema presente quando Trump e seu rival democrata, Joe Biden, se enfrentarem na próxima terça, no primeiro dos três debates. 

Os opositores democratas, liderados pelo candidato à Casa Branca, Joe Biden, exigiram que os republicanos não preenchessem a vaga na Suprema Corte - onde os membros são nomeados para toda a vida - até depois da eleição em 3 de novembro, quando será anunciado se Trump foi ou não reeleito para um segundo mandato. 

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo