Trump: Está cada vez mais difícil negociar com o Irã

Presidente dos EUA comenta prisão de espiões dos EUA por Teerã

Legenda: Donald Trump reconhece dificuldades de negociar acordo com o Governo do Irã
Foto: Foto: AFP

O presidente Donald Trump disse nesta segunda-feira que está cada vez mais difícil negociar um acordo com o Irã, após a prisão de supostos espiões dos Estados Unidos por Teerã, em um momento de desacordos crescentes entre os dois países. 

As autoridades da República Islâmica anunciaram a prisão de 17 iranianos e a sentença à morte de vários deles no contexto do desmantelamento de uma "rede de espiões" da CIA, uma declaração "totalmente falsa", segundo Trump.

Reino Unido

Já o ministro das Relações Exteriores britânico, Jeremy Hunt, disse nesta segunda-feira que o Reino Unido quer criar uma força de segurança marítima para o Golfo com liderança da Europa, mas ressaltou que seu país não busca enfrentar o Irã. 

"Vamos procurar criar uma missão de segurança marítima liderada pela Europa para apoiar uma passagem segura para cargueiros e tripulações naquela região vital", declarou Hunt no Parlamento depois que o Irã confiscou na sexta-feira um petroleiro de bandeira britânica.

"Vamos tentar estabelecer essa missão o mais rápido possível", disse ele, acrescentando que "não será parte da política de pressão máxima dos Estados Unidos sobre o Irã". 

Hunt descreveu o incidente de sexta-feira como um ato de "pirataria estatal".  De propriedade de um construtor naval sueco, mas com bandeira britânica, o navio-tanque "Stena Impero" foi interceptado na sexta-feira pela Guarda Revolucionária do Irã, que acusou a embarcação de não respeitar o "código marítimo internacional", o que foi negado pelo Reino Unido.


Categorias Relacionadas