Trump brinca e pede a Putin que não interfira nas eleições de 2020

A reunião foi o primeiro encontro entre os dois líderes desde julho do ano passado em Helsinque (Finlândia)

Legenda: A relação entre os dois governantes é marcada pelas acusações de suposta interferência russa nas eleições americanas de 2016, que levaram Trump ao poder
Foto: FOTO: Reprodução/Instagram

O presidente Donald Trump fez piada nesta sexta-feira sobre a suposta interferência russa nas eleições americanas de de 2016 e pediu ao colega russo Vladimir Putin, com quem se reuniu em Osaka (Japão), que não atue na eleição de 2020.

"Não se intrometa na eleição, presidente, não se intrometa", disse Trump com um grande sorriso, ao ser questionado se pediria a Putin que não interferisse nas eleições de 2020.

Putin não respondeu à piada, mas deu um sorriso após o comentário de Trump. A reunião foi o primeiro encontro entre os dois líderes desde julho do ano passado em Helsinque (Finlândia).

"É uma grande honra estar com o presidente Putin", disse Trump antes do encontro, que aconteceu à margem da reunião do G20 em Osaka. "Temos ótimas relações", completou.

A relação entre os dois governantes é marcada pelas acusações de suposta interferência russa nas eleições americanas de 2016, que levaram Trump ao poder. O procurador especial Robert Mueller, coordenador da investigação sobre a interferência, afirmou que existiu uma campanha russa para influenciar as eleições de 2016.

Mueller citou contatos entre operadores russos e a campanha de Trump, mas não há provas de conspiração, uma conclusão que segundo Trump o exonera de qualquer responsabilidade.