Sentença de Bill Cosby por abuso sexual é adiada

O adiamento foi uma manobra dos advogados de defesa que anunciaram uma nova testemunha

A divulgação da sentença do comediante Bill Cosby foi adiada pelo juiz Steven O'Neill, na segunda-feira (24) em audiência realizada na cidade da Filadélfia.

O motivo foi uma manobra dos advogados de defesa que anunciaram uma nova testemunha, o médico Timothy Foley, que assinou um documento no qual considera Cosby como "um predador sexual violento" - o comediante de 81 anos é acusado por dezenas de mulheres em casos de abuso sexual, o que pode lhe render até 30 anos de prisão.

Como o médico Foley está viajando e não pôde comparecer ontem, o juiz O'Neill, contrariado, cedeu ao adiamento, exigindo sua presença o quanto antes.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo