Reino Unido impõe isolamento de pelo menos três semanas

Polícia ganha poderes para fazer as novas regras serem respeitadas

Legenda: Boris Johnson, primeiro-ministro britânico, disse que as normas serão revistas em três semanas
Foto: Foto: AFP

Os britânicos "só estarão autorizados a deixar suas casas, a partir de agora, para fazer compras, exercício físico ou trabalhar, caso seja absolutamente necessário", anunciou nesta segunda-feira o premiê Boris Johnson, isolando o país contra o novo coronavírus.

O governo irá fechar todo o comércio não-essencial, impedirá reuniões públicas de mais de duas pessoas que não vivam juntas, e dará poderes à polícia para fazer as novas regras serem respeitadas.

As normas serão revistas em três semanas, assinalou Johnson, em pronunciamento à nação.

Ferrovias

O governo britânico assumiu nesta segunda-feira o controle das ferrovias, que no Reino Unido funcionam por franquias privadas, para garantir que os serviços continuem funcionando para os trabalhadores cruciais durante a pandemia de coronavírus. O ministério dos Transportes anunciou a suspensão dos acordos de franquia com os operadores privados, assumindo "todo o risco de receitas e custos" durante pelo menos seis meses.

Os serviços ferroviários serão reduzidos a partir desta segunda-feira, já que o número de passageiros diminuiu após a recomendação do governo para que a população evite as viagens não essenciais para deter a propagação da Covid-19. Durante o fim de semana surgiu a preocupação com o número de pessoas nos parques e praias, depois que muitos ignoraram a recomendação de evitar o contato social.

O ministro da Saúde, Matt Hancock, chamou nesta segunda-feira de "muito egoísta" o comportamento de algumas pessoas.  "Estamos dispostos, se necessário, a adotar mais medidas", declarou à rádio BBC.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados