Milhares de separatistas repudiam visita do rei da Espanha a Barcelona

Grupos de independentistas pediram o boicote ao evento

Legenda: Em uma manifestação pró-separatista, caricatura do rei espanhol foi usada durante protestos em Barcelona
Foto: Foto: AFP

Milhares de manifestantes separatistas catalães repudiaram nesta segunda-feira a visita do rei Felipe VI para uma cerimônia de premiação em Barcelona, que foi cercada por fortes medidas de segurança diante do medo de distúrbios durante a campanha eleitoral na Espanha. 

Revoltados após a condenação de nove líderes catalães à prisão pela tentativa de secessão de 2017, grupos de independentistas pediram o boicote ao evento no Palácio do Congresso com slogans como "Barcelona será o pesadelo de Felipe VI". 

"O rei espanhol não é bem-vindo na Catalunha", afirmava uma faixa exibida por um manifestante, enquanto outros seguravam fotos do rei de cabeça para baixo, observou um jornalista da agência francesa de notícias France Presse.

Essa é a primeira visita do rei à Catalunha desde a publicação da decisão da Suprema Corte em 14 de outubro, que gerou protestos, por vezes violentos, nesta região do nordeste da Espanha, agora no centro do debate para as eleições de domingo. 

Desde outubro de 2017, quando proferiu um discurso pedindo para "garantir ordem constitucional" em plena tentativa de secessão na Catalunha, o monarca se tornou um alvo favorito dos separatistas que geralmente organizam protestos toda vez que ele visita a região. 

Nesta ocasião, a viagem coincide com a campanha das eleições de 10 de novembro, onde a crise na Catalunha e os distúrbios das últimas semanas estão desempenhando um papel central.