John Hume, líder católico da Irlanda do Norte e ganhador do Nobel da Paz, morre aos 83

Hume morreu em uma casa de repouso em Londonderry, sua terra natal, nas primeiras horas da segunda-feira, informou a família em comunicado

Legenda: John Hume
Foto: AFP

Arquiteto do acordo de paz da Irlanda do Norte e ganhador do Prêmio Nobel da Paz por seu papel no fim dos 30 anos de violência sectária, John Hume morreu nesta segunda-feira (3), aos 83 anos, disse seu partido, o SDLP.

O irlandês, que é creditado com as negociações de paz iniciais na região britânica, compartilhou o Prêmio Nobel da Paz em 1998 com o então primeiro ministro do país, David Trimble, do Partido Unionista Protestante de Ulster.

Hume morreu em uma casa de repouso em Londonderry, sua terra natal, nas primeiras horas da segunda-feira, informou a família em comunicado.

"A morte de John Hume representa a perda da figura política mais significativa e consequente da Irlanda do século 20", segundo o líder da SDLP, Colum Eastwood.

Hume, um nacionalista moderado e defensor dos direitos civis, manteve conversas pioneiras com Gerry Adams, que na época era o líder do partido Sinn Fein, então a ala política do Exército Republicano Irlandês (IRA).

As negociações ajudaram a pavimentar o caminho para uma iniciativa conjunta dos governos britânico e irlandês em 1993.

Isso gerou um processo de paz e uma trégua do IRA em 1994 e conversas que produziram um acordo que foi o divisor de águas no conflito da região.

"Todos nós devemos inclinar a cabeça em respeito e agradecimento. Que homem extraordinário, pacificador, político, líder, defensor dos direitos civis, homem de família, Derryman, inspiração", disse o ministro das Relações Exteriores da Irlanda, Simon Coveney.

Você tem interesse em receber mais conteúdo internacional?