Irlanda é primeiro país a retomar confinamento na União Europeia

Apesar do novo "lockdown", escolas vão continuar abertas

Legenda: Primeiro-ministro da Irlanda, Micheal Martin, anuncia a ordem nacional de "fique em casa"
Foto: AFP

Toda a Irlanda voltará a adotar o confinamento a partir da meia-noite de quarta-feira para enfrentar a pandemia de Covid-19, tornando-se, assim, no primeiro país da União Europeia a adotar esta medida, anunciou nesta segunda (19) seu premiê, Micheal Martin.  

O retorno do "lockdown" entrará em vigor à meia-noite local (20h de Brasília) de quarta-feira e terá duração de seis semanas, acrescentou, destacando que as escolas continuarão abertas.

Todos estabelecimentos comerciais não essenciais devem fechar. Bares e restaurantes só poderão vender comida para levar, informou o chefe de governo.

"Pedimos a todos no país que fiquem em casa", acrescentou Martin.

Só as pessoas com um emprego necessário terão "autorização para se deslocar ao trabalho", acrescentou.

Os irlandeses só poderão sair de casa para fazer exercícios em um raio de cinco quilômetros ao redor de suas residências, sob pena de multa.

A Irlanda tem registrado mais de 1.000 contágios por dia, totalizando 50.993 casos desde o início da pandemia, além de 1.853 mortes.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo

Assuntos Relacionados