Governador da Califórnia ordena fechamento de bares em Los Angeles por Covid-19

O estado da California tem mais de 200 mil casos do novo coronavírus

fotografia
Legenda: "Diante do aumento de casos de COVID-19, a Califórnia ordena o fechamento de bares em Fresno, Imperial, Kern, Kings, Los Angeles, San Joaquin e Tulare", disse o governador democrata Gavin Newsom
Foto: AFP

O governador da Califórnia ordenou neste domingo (28) o fechamento de bares de Los Angeles e outros seis condados deste estado da costa oeste americana, devido ao forte aumento de casos do novo coronavírus.

"Diante do aumento de casos de Covid-19, a Califórnia ordena o fechamento de bares em Fresno, Imperial, Kern, Kings, Los Angeles, San Joaquin e Tulare", tuitou o governador democrata Gavin Newsom, que em 12 de junho tinha autorizado a reabertura dos bares no estado.

O estado da California tem mais de 200 mil casos do novo coronavírus.

Newsom, que determinou um confinamento geral no fim de março, transformando a Califórnia no primeiro estado da União a fazê-lo, tinha autorizado a reabertura dos bares no estado a partir de 12 de junho, deixando para as autoridades dos 58 condados a última palavra.

Los Angeles, a segunda cidade dos Estados Unidos, reabriu seus estabelecimentos em 19 de junho.

Mas o número de casos de COVID-19 disparou na Califórnia, com um aumento de cerca de 30% das hospitalizações na última semana.

Os Estados Unidos experimentaram um aumento importante dos contágios, em particular nos estados do sul e do oeste, com um crescimento notável de casos entre os jovens.

Antes da nova onda, os governadores do Texas e da Flórida também voltaram a ordenar o fechamento dos bares.

No entanto, os casos de coronavírus vêm caindo no nordeste.

Os Estados Unidos são o país mais afetado pela pandemia, com mais de 2,5 milhões de contágios e 125.700 mortos.


Assuntos Relacionados