Flórida registra novo recorde diário de mortes por coronavírus

Departamento de Saúde do estado registrou 132 mortes pela Covid-19 somente nas últimas 24 horas

Fotografia de pessoas em Hospital da Flórida
Legenda: Pessoas ouvem o boletim diário no hospital Jackson Memorial, em Miami.
Foto: Chandan Khanna/AFP

O estado da Flórida, no sudeste dos Estados Unidos, e um dos atuais epicentros da pandemia no país, registrou um número recorde de 132 mortes pelo novo coronavírus em 24 horas nesta terça-feira (14). 

De acordo com o relatório do Departamento de Saúde do estado, nesse mesmo período foram registrados mais de 9.000 novos casos, o que eleva os números gerais a mais de 290.000 contágios e mais de 4.400 óbitos. 

Trump cita Brasil com 'grande problema' na pandemia

O republicano Ron DeSantis, governador do "Sunshine State", flexibilizou as restrições ao fechamento de locais e atividades no início de maio, antes da maioria dos outros estados dos EUA. 

Em uma crítica incomumente direta, o principal conselheiro de saúde dos Estados Unidos, Anthony Fauci, disse na semana passada que a Flórida havia encerrado seu confinamento antes que os registros de saúde pública justificassem tal medida. 

DeSantis minimizou as críticas e alegou que sua decisão foi baseada nos melhores dados na época. 

No final de junho, em uma recuada parcial, DeSantis ordenou o fechamento de bares e centros de recreação para conter a propagação da doença, mas o número de infecções continuou a aumentar.


Assuntos Relacionados