Filadélfia decreta toque de recolher por distúrbios após morte de homem negro

Saques e protestos violentos pressionam o prefeito da cidade americana

Legenda: Violentos protestos levam tumulto à cidade americana da Filadélfia
Foto: AFP

A cidade americana da Filadélfia, sacudida por saques e protestos violentos após a morte de um homem negro nas mãos da polícia, anunciou nesta quarta-feira (28) um toque de recolher.

A decisão foi anunciada no site do governo municipal, depois que o presidente republicano, Donald Trump, culpou o prefeito democrata pela violência.

"O que vejo é terrível e, francamente, o prefeito ou quem quer que seja que autoriza às pessoas se manifestar e saquear sem detê-las é igualmente terrível", disse Trump em Las Vegas, durante ato de campanha a seis dias da eleição presidencial.

A violência explodiu depois que a polícia matou na segunda-feira um homem de 27 anos identificado como Walter Wallace Jr., que tinha problemas de saúde mental de acordo com sua família. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que Wallace recebeu vários tiros de dois policiais para os quais não representava uma ameaça iminente.

Uma onda de protestos antirracistas, que em alguns casos terminam em episódios de violência, tomou conta dos Estados Unidos desde a morte de George Floyd, um homem negro assassinado por um policial branco no fim de maio.

Muitos manifestantes acusam a polícia de racismo e brutalidade, mas o presidente Donald Trump aproveitou os distúrbios para apresentar seu nome como o candidato da "lei e ordem" em sua disputa com o democrata Joe Biden nas eleições de 3 de novembro.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo