Corpo de cearense atropelado na Colômbia chega a Fortaleza na madrugada deste sábado

João Jaime Giffone Neto morreu após ser atropelado quando andava por uma calçada na ilha de San Andrés, no Caribe colombiano

Legenda: Por meio de nota de pesar, a Unifametro lamentou o ocorrido e disse que se solidariza com a família e amigos
Foto: Foto: Reprodução

Desembarca em Fortaleza na madrugada deste sábado (18) o corpo do professor cearense João Jaime Giffone Neto, de 37 anos, que morreu após ser atropelado na Colômbia. João Jaime andava por uma calçada na ilha de San Andrés, no Caribe colombiano, quando foi atropelado por um furgão. Ela estava na companhia de Ádamo Figueiredo Nogueira Mesquita, de 30, também atingido pelo carro. João Jaime sofreu politraumatismo e morreu na hora.

Segundo amigos próximos de João Jaime, o velório ocorre neste sábado, a partir das 9h, na Funerária Ternura, localizada na Rua Tibúrcio Cavalcante, no Bairro Aldeota, na capital cearense. O enterro, em horário a ser definido pela família, será no Cemitério de Maranguape, na Grande Fortaleza.​

Ádamo segue hospitalizado no Clarence Lyund Newball Memorial, na Ilha de San Andrés, de onde deve ser transportado para a capital Bogotá, onde realizará exames mais complexos. Ele sofreu politraumatismo, trauma crânio-encefálico e fratura na coluna lombar.

De acordo com boletim médico elaborado pelo hospital, devido à complexidade das lesões, ele só poderá ser transportado em uma UTI móvel. Não há previsão de seu retorno ao Brasil.​​

Quem são as vítimas​

João Jaime era graduado em Química pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), mestre em Microbiologia Médica e doutorado em Ciências Médicas pela Universidade Federal do Ceará (UFC). Foi professor de disciplinas nos cursos de Enfermagem, Odontologia, Farmácia, Estética e Cosmética, Fisioterapia e Nutrição no Centro Universitário Fametro (Unifametro). ​​​

Graduado em Geografia, Ádamo é mestre em Desenvolvimento e Meio Ambiente pela UFC e professor de cursos de graduação e pós-Graduação nas áreas ambiental, gestão e saúde, na Faculdade Maurício de Nassau, em Fortaleza. É pesquisador associado ao Laboratório de Geologia e Geomorfologia Costeira e Oceânica (LGCO) na Universidade Estadual do Ceará (UECE), instituição na qual cursa doutorado em Geografia.​