Coronavírus: Mundo deve se preparar para uma "pandemia", alerta OMS

Aumento de casos no Irã, Itália e Coreia do Sul preocupa chefe da Organização Mundial da Saúde

Legenda: Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-chefe da OMS, está profundamente preocupado com a multiplicação de casos do novo coronavírus fora da China
Foto: Foto: AFP

O mundo deve se preparar para uma potencial "pandemia" com o novo coronavírus. O alerta foi feito nesta segunda-feira pelo diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, que está "profundamente preocupado" com o aumento dos casos da doença no Irã, Itália e Coreia do Sul.

Pandemia é um termo usado para referir-se a um aumento de casos de uma doença em uma ampla área geográfica. A AIDS e a gripe H1N1 já ocasionaram pandemias.

"Temos que nos concentrar em conter (a epidemia), enquanto fazemos todo o possível para nos preparar para uma eventual pandemia", afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, em Genebra.

A multiplicação de novos casos de coronavírus fora da China confirma o alerta da OMS sobre o risco de propagação da epidemia. Um homem de 84 anos faleceu na Lombardia e se tornou a quarta vítima fatal do novo coronavírus na Itália, anunciou nesta segunda-feira uma autoridade regional da área da saúde.  Já o balanço de mortos pelo novo coronavírus no Irã subiu para 12, após o falecimento de mais quatro pessoas, anunciou nesta segunda-feira a agência de notícias ISNA. Já a Coreia do Sul anunciou um número recorde de 231 novos casos de contaminação em 24 horas. O país registra 800 pessoas infectadas e sete mortes.

O impacto do surto na economia mundial continua levando nervosismo aos mercados. Nesta segunda-feira, a Bolsa de Nova York abriu com queda acentuada acima de 3%. Já os preços dos petróleo operavam em queda expressiva nesta segunda-feira pelo temor de propagação do novo coronavírus fora da China e suas consequências sobre a demanda mundial.

Você tem interesse em receber mais conteúdo internacional?