Ciclone tropical Harold atinge arquipélago de Tonga no Pacífico Sul

Reino declara estado de emergência devido aos fortes ventos e grandes ondas

Legenda: Em Toga, resort ficou praticamente destruído pelos efeitos do ciclone
Foto: Foto: AFP

O ciclone Harold ganhou força nesta quinta-feira, passando à categoria 5, ao atingir o arquipélago de Tonga em sua devastadora passagem pelo Pacífico Sul.

O pequeno reino do Pacífico declarou estado de emergência na noite de quarta-feira, advertindo a população para o risco de fortes ventos e grandes ondas.

>Ciclone castiga ilhas Fiji com ventos de até 240 km/h; veja imagens da destruição

A polícia de Tonga informou a interrupção do fornecimento de energia em algumas regiões do país, enquanto os ventos ganhavam força, acompanhados de fortes chuvas.

Harold provocou 27 mortes nas Ilhas Salomão no início de abril. Mais tarde, ele se tornou um ciclone da categoria 5, o mais alto, e na segunda-feira atingiu a ilha do Espírito Santo, a maior do arquipélago de Vanuatu. 

A tempestade causou estragos em Luganville, a segunda maior cidade do país, com 16.500 habitantes, destruindo edifícios e causando inundações, mas sem deixar vítimas. 

Na quarta-feira, atingiu Fiji como ciclone de categoria 4, com ventos de até 240 km/h, e surpreendeu os especialistas ao ganhar força em direção a Tonga.

"Era difícil de prever", disse Bill Singh, do serviço meteorológico da Nova Zelândia. "Sabíamos que trajetória iria seguir, mas todos pensavam em categoria 3 ou 4. A medida que avançou através de águas aquecidas, se fortaleceu".