Bélgica decreta confinamento até 5 de abril pelo coronavírus

País europeu registra mais de 7.000 infectados

Legenda: Primeira-ministra belga, Sophie Wilmès, admitiu que pode estender confinamento até maio
Foto: Foto: AFP

Os cidadãos da Bélgica deverão permanecer em suas casas a partir do meio-dia de quarta-feira até o dia 5 de abril para conter a propagação do novo coronavírus, que matou até agora 300 pessoas, anunciou nesta sexta-feira (27) a primeira-ministra belga, Sophie Wilmès. 

"Esta decisão poderia ser renovada por duas semanas mais até 3 de maio", disse Sophie Wilmès durante coletiva de imprensa após uma reunião do Conselho de Segurança Nacional, que também reúne os presidentes de cada região e a entidade federal.

Em vigor desde 18 de abril, as restrições limitam a circulação dos cidadãos a atividades "essenciais" para conter os contágios, atualmente em mais de 7.000.

As únicas saídas permitidas serão para ir ao médico, a determinados comércios, como supermercados, ou para fazer esporte ao ar livre, informou em coletiva de imprensa Wilmès, que acompanha outros países europeus, como Itália, Espanha e França.

Segundo Wilmès, embora "alguns indicadores mostrem uma desaceleração de seu crescimento exponencial", "é cedo demais para afirmar que a epidemia está sob controle".


Categorias Relacionadas