Avião comercial cai em lagoa

Legenda: Empresa aérea Air Niugini relatou que o tempo estava ruim no momento do acidente, com chuva forte e visibilidade reduzida; causa ainda é apurada
Foto: FOTO: AFP

Majuro. Todos os 35 passageiros e 12 tripulantes sobreviveram ao pouso forçado de um Boeing 737 na sexta-feira, em uma lagoa do Pacífico, no arquipélago da Micronésia. O grupo precisou atravessar a água na altura da cintura para chegar às saídas de emergência do avião e, em seguida, foi resgatado em barcos de moradores na região.

Segundo o inspetor de segurança em aviação do governo dos Estados Federados da Micronésia, Glenn Harris, o voo partiu da ilha de Phonpei, a cerca de 700 quilômetros leste do local do acidente, antes de acabar na água, por volta das 10h (no horário local). Para o especialista, a ausência de mortes foi "muita sorte". Sete pessoas foram levadas ao hospital, segundo funcionários do governo, incluindo um paciente cuja condição é crítica, mas estável.

Relato

Segundo o passageiro Bill Jaynes, o avião perdeu altitude na tentativa de pousar no aeroporto. "Pensei que tivéssemos tido um pouso duro". "Então olhei, vi um buraco na lateral do avião e água estava entrando". A lista de passageiros ainda é desconhecida, mas neste itinerário costumam voar empresários da Micronésia, Papua Nova Guiné e Austrália, bem como turistas.

Quero receber conteúdos exclusivos sobre o mundo