UFC deve manter atividades remotas mesmo quando houver a volta presencial, diz pró-reitor

Previsão da instituição é que apenas práticas de laboratório e atendimentos, no caso das unidades de saúde, sejam realizados de maneira presencial

Foto: Camila Lima

A Universidade Federal do Ceará irá manter, prioritariamente, as atividades remotas mesmo quando houver autorização do Governo do Estado para retorno das aulas presenciais. A informação foi repassada pelo pró-reitor de relações internacionais e desenvolvimento institucional da UFC, Augusto Teixeira Albuquerque, em entrevista nesta terça-feira (4), ao Bom Dia Ceará.

Concurso com 12 mil vagas para o Ceará: Messejana e HGF serão os primeiros a ter seleções

Escolas de Fortaleza vão ter testagem em massa de Covid-19, diz Secretário da Saúde do Ceará

Segundo Augusto Teixeira, com uma comunidade de cerca de 50 mil pessoas, entre discentes, servidores e terceirizados, a instituição gera um grande impacto na cidade, por isso, essa recomendação. "Então, toda decisão que a gente toma tem impacto na cidade, tem impacto no transporte público. Com isso, a universidade recomendou para o seu semestre 2020.1, independente da liberação presencial que venha a acontecer, que seja prioritariamente remoto”, afirma.

Conforme o pró-reitor, a previsão é que apenas práticas de laboratório e atendimentos, no caso das unidades de saúde, sejam realizados de maneira presencial.

As aulas presenciais em intituições de nível superior e escolas devem voltar em setembro, se os indicadores da doença forem favoráveis, de acordo com o governador do Ceará Camilo Santana. O Estado está em diferentes estágios do plano de retomada das atividades e Fortaleza está na fase 4, a mais avançada, com 95% da economia retomada.

Antes do retorno, escolas públicas e particulares de Fortaleza vão receber testagem em massa para diagnóstico de Covid-19. Os testes são para professores, funcionários e parte dos alunos, como informou o Secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto.

Auxílio para alunos da UFC

Visando garantir a inclusão digital dos alunos para a realização das atividades remotas, a UFC lançou um auxílio de R$ 1.500 para que alunos da graduação, em situação de vulnerabilidade econômica, possam adquirir equipamentos de acesso a internet.

A previsão é que 1.800 estudantes dos campi da capital e do interior sejam beneficiados com o auxílio.

Os estudantes em situação de vulnerabilidade que desejam concorrer para receber o auxílio devem entrar no sietema da UFC e se cadastrar no edital disponível na aba "Auxílios". Um dos critérios do edital é estar matriculado em pelo menos três disciplinas e não está cursando o último semestre.


 

 

Você tem interesse em receber mais conteúdo da cidade de Fortaleza?


Redação 21 de Setembro de 2020