Tapetes são confeccionados na Igreja Cristo Rei para comemorações online de Corpus Christi

Missa deve acontecer às 17h30 de quinta-feira (11) por meio do Facebook, Instagram e Youtube

Os tapetes são uma tradição dos católicos
Legenda: Os tapetes são uma tradição dos católicos
Foto: VC Repórter

Devido a pandemia do novo coronavírus, as comemorações de Corpus Christi deverão ser feitas online. A data é celebrada nesta quinta-feira (11), apesar do feriado ter sido adiantado para o fim de maio em Fortaleza. Mesmo com atividades presenciais permitidas no plano de transição das atividades econômicas apenas a partir de 22 de junho, a Igreja Cristo Rei, no bairro Aldeota, decidiu continuar com a tradição de fazer tapetes artesanais característicos da data. A equipe que geralmente confecciona foi reduzida para evitar aglomerações e o trabalho manual foi simplificado.

Os tapetes, que são feitos de areia, pedras e ferragem, normalmente são confeccionados para servir de passagem para as procissões que celebram a eucaristia, um dos ritos mais importantes da religião católica. Neste ano, apenas o padre Laércio Lima deverá passar pelos tapetes da paróquia. Durante a missa virtual, realizada às 17h30min do dia de Corpus Christi, o padre deve fazer a Bênção do Santíssimo Sacramento andando pelo trecho disposto no chão da igreja. 

As celebrações online vão acontecer no Facebook do padre Laércio Lima, no Instagram e no canal do Youtube “TV Cristo Rei Canal 90”. Serão realizadas lives no dia 11 de junho das 9h às 10h, das 11h às 12h e às 15h o Santíssimo Sacramento será exposto. Às 17h30 a missa deve ser iniciada. 

“Temos passado por esse momento muito difícil e as pessoas sentem a necessidade do sacramento, de vir a missa. Celebrar a eucaristia virtualmente é poder de verdade sentir a presença de Cristo no cotidiano. Isso é revalorizar a presença de Cristo dentro de nós”, afirma Laércio. De acordo com o padre, os fiéis são orientados a buscar o sentimento de solidariedade neste momento de pandemia. “Do jeito que você sente fome hoje do sacramento, há pessoas que estão sentindo fome do alimento básico, de comida”, relembra.

“O verdadeiro sentido da eucaristia é que a gente seja alimento e presença na vida das pessoas que estão sofrendo”, padre Laércio Lima

Para reiterar a necessidade de doar alimentos a quem passa por dificuldades, o pároco explica que parte do caminho dos tapetes será preenchido com cestas básicas. A Igreja Cristo Rei tem recebido doações de alimentos e distribuindo para famílias da comunidade. Em maio, foram 680 cestas doadas. Além disso, todos as noites são entregues 600 marmitas em média para pessoas em situação de rua. Segundo padre Laércio, este é o objetivo do Corpus Christi. Este também será o momento de comemorar os 90 anos da primeira missa realizada na Igreja Cristo Rei.