Sesa cadastra pessoas com deficiência no Ceará para facilitar acesso a serviços

O objetivo, segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), é conhecer o cenário e as realidades desse grupo para a promoção de políticas públicas eficazes

Cadeirante
Legenda: Em outra frente, o governo pretende reavaliar a deficiência de beneficiários para eliminar pagamentos a quem pode retornar ao mercado de trabalho
Foto: Shutterstock

Pessoas com deficiência de todos os municípios do Ceará serão alvo de um mapeamento que tem o objetivo de conhecer o cenário e as realidades desse grupo no Estado. Até o dia 3 de março, o Cadastro e o Censo Estadual podem ser feitos por meio da plataforma Saúde Digital

Segundo a Secretaria da Saúde do Estado (Sesa), a partir da coleta dos dados será possível promover políticas públicas eficazes, como a assistência descentralizada com foco na regionalização. Atualmente, o sistema tem mais de 10 mil cadastrados.

Esta ação auxiliará no planejamento e organização dos serviços e demandas de saúde. Pois, a após finalizar o cadastro, a Sesa iniciará um Censo para ter informações detalhadas sobre a realidade das pessoas portadoras de deficiência, incluindo seu contexto ambiental, socioeconômico, as características educacionais, de moradia, a relação familiar, as barreiras enfrentadas, o acesso aos serviços de saúde e sua condição de saúde.

Informações qualificadas

Assim, será possível avaliar cada caso individualmente, qualificando as informações para definir quais vão precisar ser atendidas de urgentemente. No cadastro, é possível escolher mais de uma deficiência.

Segundo a Sesa, também serão promovidas capacitações para a elaboração, adaptação e manutenção de órteses e próteses, para que os pacientes possam ser reabilitados.

Assim, possibilitando a conquista de um emprego e renda, maior autonomia e garantia de inclusão social à pessoa com deficiência física, visual, auditiva ou intelectual, e contemplando também os transtornos do espectro autista. 

Como fazer o cadastro

  • Qualquer pessoa com deficiência, seja ela física, visual, auditiva ou intelectual, e também aquelas pessoas com transtornos do espectro autista, de qualquer idade, pode realizar o cadastro por meio do site da Sesa. No canto direito da página o site, deve-se clicar no banner azul com os nomes: “Saúde Digital - Cadastro Pessoal com Deficiência”;

Plataforma/ Saude/ Sesa
Legenda: No canto direito do site da Sesa, haverá um banner azul com os nomes: “Saúde Digital - Cadastro Pessoal com Deficiência”, você deve clicar em cima para iniciar seu cadastro.
Foto: Natali Carvalho

  • Vai ser aberto o site da plataforma Saúde Digital. Na parte de baixo da tela haverá cinco caixinhas com os tipos de deficiência. O interessado deve marcar uma delas e, em seguida, clicar em “iniciar cadastro”;

Deficiencia/ Tipos/ Box
Legenda: Você deve informar qual a sua deficiência.
Foto: Natali Carvalho

  • Após clicar em "iniciar cadastro", um formulário é aberto para que se forneçam informações pessoais e detalhes sobre o cadastrado.

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza