Reportagem do Diário é indicada a Prêmio Global de Jornalismo

A série de reportagem sobre doença de chagas, do repórter Melquíades Júnior, faz parte da seleção, e já premiação inicial, de 39 trabalhos de todo o mundo em 12 idiomas para o True Story Award. O prêmio mundial de jornalismo será entregue na Suíça

Legenda: O jornalista Melquíades Júnior apresentará a reportagem na Suiça
Foto: Foto: Isanelle Nascimento

O Diário do Nordeste é indicado para o primeiro prêmio global de jornalismo “True Story Award”, na Suíça. A competição reuniu inicialmente quase mil trabalhos de mais de 90 países e 12 idiomas, dos quais foram selecionados apenas 39 textos de todo o mundo. Reportagem de autoria do jornalista Melquíades Júnior faz parte agora do seleto grupo de indicados ao prêmio global, que já se configura como o mais abrangente do jornalismo mundial. O Sistema Verdes Mares entra na lista de indicados ao lado de veículos como New York Times, BBC e The Guardian. Antes de concorrerem entre si para o troféu principal, as matérias já estão premiadas, conforme regulamento da competição.

Com a série Chagas - a vida após o barbeiro, publicada em dezembro de 2018, o repórter Melquíades Júnior acompanhou e narrou as histórias de diferentes portadores da doença de chagas no sertão do Ceará. A reportagem investigativa ainda revelou irregularidades em convênios milionários entre as prefeituras municipais e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa). O recurso deve ser destinado à substituição das casas de taipa, foco do inseto barbeiro, transmissor da doença. Em dez anos, o Governo Federal repassou mais de R$ 120 milhões aos municípios brasileiros, a maior parte com pendências na prestação de contas.

“A nossa intenção era trazer à luz uma doença que somente no Ceará mata mais do que a dengue, em média um por semana, mas é negligenciada, desprestigiada das políticas públicas de saúde no País. Esse mal afeta a América Latina, especialmente as populações mais pobres. A indicação para esse prêmio global de jornalismo é, para mim, um grato reconhecimento e uma forma de ampliar o alcance dessas histórias e chamar a atenção do mundo para o problema”, explica Melquíades Júnior. O jornalista irá para a Suíça, no segundo semestre, com os demais indicados de 29 países e apresentará um painel sobre a produção da reportagem. Melquíades é autor de outros trabalhos que já conquistaram prêmios nacionais e internacional.

Valorização do Jornalismo

Tendo como base a valorização de histórias reais, o True Story Award, primeiro prêmio global de jornalismo, reúne textos das mais diferentes temáticas, como imigração, guerras, corrupção, mudanças climáticas, sociedade e desenvolvimento demográfico. Outros dois trabalhos brasileiros também estão na lista.

“Não é uma tarefa fácil, pois a qualidade dos textos enviados é muito alta. As peças vão desde reportagens clássicas a outras narrativas investigativas, e todas são testemunhas de uma vibrante cena global de jornalistas”, afirma Daniel Puntas Bernet, fundador do True Story Award. A premiação ocorrerá entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro na cidade de Berna, na Suíça.