Profissionais da rede estadual de Educação são submetidos a testes de Covid-19, em Fortaleza

A meta será testar 160 professores e coordenadores durante sete dias

teste
Legenda: Teste também ocorre na Escola de Ensino Profissional Leonel Brizola, na Maraponga
Foto: José Leomar

Professores e coordenadores da rede estadual do Ceará passaram a ser testados para Covid-19 na manhã desta quinta-feira (21), em Fortaleza. A Secretaria da Educação (Seduc) definiu seis unidades-polos que receberão os profissionais durante uma semana. Na Escola de Ensino Profissional Leonel Brizola, no bairro Maraponga, 160 exames deverão ocorrer por dia. 

Segundo a articuladora de gestão da Seduc, Auxiliadora Silva, a Superintendência das Escolas Estaduais de Fortaleza (Sefor) 3, onde está a unidade, tem 55 escolas e dois Centros de Idiomas. Esta foi dividida em dois polos.

Além da Maraponga, por onde deverão passar 30 escolas até semana que vem, a unidade Maria Antonieta, no Bom Jardim, também receberá os profissionais. Esse processo será aplicado em toda a rede. “Todas as escolas de Fortaleza estão sendo atendidas nesses sete dias. Hoje, amanhã e a próxima semana toda. São 80 professores pela manhã e 80 à tarde”, pontuou Auxiliadora. 

Contudo, ainda não há definição acerca do retorno às aulas presenciais nas unidades ligadas à Seduc. A coordenadora da Leonel Brizola, Renata Castro, considera que a medida pode sinalizar a reabertura das escolas. 

“A gente achou muito bacana porque é necessário fazer a testagem para saber o quadro real da situação, quem já teve contato com o vírus, porque no momento que o governo dizer assim: nós vamos voltar no ensino híbrido, a gente tem que ter a segurança de trazer o professor para a escola”, finaliza. 


 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza