'Piscininha amor', esquina de Fortaleza e Fofão: veja as fantasias inusitadas do carnaval cearense

Foliões apostam em irreverência e criatividade na hora de aproveitar a festa

Escrito por Redação,

Metro

O bom humor do cearense também caiu na folia e está pulando pelos bloquinhos da capital e festas do interior durante as comemorações do Carnaval 2019. Produções como o clássico seriado mexicano Chaves, o desenho Masha e o Urso, o hit 'Piscininha Amor' e até a sátira à quantidade de farmácias pela cidade entraram na brincadeira.

Confira a seguir uma lista produzida pelo Diário do Nordeste com as fantasias que mais estão bombando no gosto dos foliões. 

Piscininha amor

Legenda:  Andesson Andrade, produtor cultural, veio inspirado na música. Hoje, vem de malévola para curtir a programação do Mercado da Aerolândia
Foto: Sistema Verdes Mares

“Piscininha, amor / piscininha, amor” são versos que grudam na cabeça e viraram hit no carnaval deste ano. A música é um sucesso entre os jogadores de futebol e surgiu de um meme, que motivou Whadi Gama, 17 anos, a fazer uma música com a frase de Egídio. O produtor cultural Andesson Andrade aproveitou a popularidade do meme e se fantasiou de "piscininha amor". 

Fofão

Foto: Sistema Verdes Mares

Quem viveu os anos 80 deve reconhecer o personagem dos programas infantis. Os mais novos já tem outra visão, devem reconhecê-lo por seus passos de dança na famosa "Carreta Furacão" dos trenszinhos da alegria na capital cearense.

Marsha e o Urso

Foto: Sistema Verdes Mares

As travessuras da pequena Marsha com o inseperável amigo urso saíram da telinha para curtir o carnaval em Fortaleza. O técnico em informática Rodrigo Machado, 30, se inspirou no desenho animado preferido da sobrinha da namorada e veio à folia vestido de Marsha e o Urso. "Moro aqui perto, qualquer evento na Gentilândia eu venho. Ainda melhor no carnaval, porque eu gosto muito"

Das antigas

Foto: Sistema Verdes Mares

 Do México para Guaramiranga, uma família de Pacajus, autointitulada como “Turma da calçada”, também entrou na brincadeira...

Esquina de Fortaleza

Foto: Reprodução Instagram

Você já deve ter reparado ou ouvido alguém comentar sobre a quantidade de fármacias em Fortaleza, inclusive, com mais de uma em uma mesma esquina. E essa reflexão se traduziu em fantasia.

Há também quem combinou as fantasias. Seja em um tema ou em personagens de um mesmo filme.

O pirata e Mara Hope

Foto: Sistema Verdes Mares

Como cães e gatos

Foto: Sistema Verdes Mares

Durante o carnaval, a rivalidade canina e felina deu uma trégua.

Os Smurfs

Legenda: Danilo Pinheiro, 40, Ruy Cavalcante, 45, Felipe a Silva, 36, Caroline Castro, 37, Luiz Gustavo, 37, Leandro Carvalho, 32, Geórgia Tavares, 35
Foto: Sistema Verdes Mares

Já o Gargamel não deu folga aos "pequenos" smurfs nem na hora da folia. A turma de amigos exercitou a criatividade e escolheu a fantasia de Smurfs para curtir o Carnaval na Praça da Gentilândia. "Nos conhecemos na faculdade e todo ano brincamos aqui na Gentilândia, já é tradição. Os meninos já chegaram a ir de Smurfs pra Recife, e agora trouxemos a ideia pra cá", empolga-se a folia Geórgia Tavares, 35.

Sátira 

Foto: Sistema Verdes Mares

Questões políticas também têm destaque durante a festa. 

Quem tem limites...

Foto: Sistema Verdes Mares

Essa foliã certamente não tem. E mostrou que dá para cair na farra sem gastar muito.

Criatura mística

Legenda: O designer Alisson Matias se dedicou à produção das próprias fantasias e saiu de elfo em um dos dias de festa
Foto: Reprodução Instagram

Até elfos, diretamente da Terra Média, vieram passar calor (ou chuva?) nas terras alencarinas.

Orgulho nordestino 

Legenda: A publicitária Munira Rocha resolveu levar o Brasil nas costas e valorizar a força do Nordeste em um dos dias de Carnaval
Foto: Reprodução Instagram

Há quem teve que carregar o Brasil inteiro nas costas. Não deve ter sido fácil, hein!?

Pijama de...?

Foto: Sistema Verdes Mares

Independente da escolha o que vale é se divertir. A reportagem ainda não identificou o que representa a fantasia usada por esse folião nas areias da Praia de Iracema. Qual o bichinho?

Partido com cor

Legenda: O professor Fábio Motta e a publicitária Juliana Barboza Lima fizeram críticas ao cenário político vestidos na cor 'laranja'.
Foto: Cristiane Bonfim/VC Repórter

Dizem que política não se discute. Mas no Carnaval, há espaço de sobra para abordar, com bom humor, o atual cenário no Brasil.

A vida imita a arte?

Legenda: Viviane Maia, 32, arquiteta. É o terceiro ano que se veste de o grito. Em 2017 ganhou o concurso de melhor fantasia do TJA.
Foto: Wânyffer Monteiro

A obra 'realista' foi vista andando pela Praça da Gentilândia, no bairro Benfica.

Atenção, freguesia!

Legenda: Tallyta Anny, 30. Todo dia com uma fantasia diferente. Pra hoje veio assim. "Não sabia o que fazer, aí lembrei que o carro do ovo todo dia passa lá em casa, aí pensei, porque não e vim de carro do ovo". Os ovos são feitos de balão.
Foto: Wânyffer Monteiro

"Passando aqui na sua rua", o carro do ovo não interrompeu as atividades nem em um dia de festa.

Tom Hanks da Gentilândia

Legenda: A enfermeira Thalita Oliveira e o professor João Batista Neto transformaram a gestação dela em uma fantasia de Carnaval: ele incorporou o personagem de Náufrago, enquanto ela pintou a própria barriga como 'Wilson', a famosa bola do filme.
Foto: Foto: Reprodução/ Instagram

Para unir Hollywood ao espírito carnavalesco, não faltou criatividade!

Qual é o seu signo?

Legenda: O arquiteto e urbanista Guilherme Vila Nova montou, junto dos amigos, o mapa astral carnavalesco, com direito à fantasia de todos os signos do zodíaco e plaquinha do Personare.
Foto: Foto: Reprodução/ Instagram

Um grupo de amigos transformou em fantasia o gosto compartilhado por astrologia. "A ideia era vir o mapa astral completo para o Carnaval", disse Guilherme Vila Nova. 

Jogo dos bichos

Legenda: De bicheira, Viviane Maia se acompanhou das amigas para desafiar a sorte dos foliões
Foto: FORO: Camila Lima

As bancas de jogo do bicho foi a inspiração para a arquiteta Viviane Maia pensar na fantasia do grupo de amigas. Cada uma escolheu um bicho diferente e ela virou bicheira. "É uma atividade que é bastante questionada, mas ainda muito comum aqui no Centro", comentou sobre a ideia.