Óbitos registrados por Covid-19 no Ceará têm média de 66 anos na Capital e 78 no Interior

A média, informada pelo secretário da Saúde do Estado, foi obtida levando em consideração as mortes registradas até a última quinta (2)

Legenda: O número representa um salto de 13,5% em relação ao dia anterior, quando foram computados 9.056 casos
Foto: Foto: reprodução

Os óbitos registrados por Covid-19 no Ceará têm médias de idade diferentes na Capital e no Interior: 66 e 78 anos, respectivamente. A informação, com base nas mortes registradas até a noite de quinta-feira (2) no Estado, foi concedida em coletiva pelo secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins, Dr. Cabeto.

Fatores como doenças pré-existentes e o tempo de tratamento também são analisados para montar o perfil da mortalidade. "No interior, por exemplo, a idade média é de 78 anos, com a variação de 60 a 89 anos. Essas cinco pessoas que faleceram eram portadoras de comorbidade. Em Fortaleza nós temos uma média que vai hoje de 37 a 90 anos, na faixa dos 66", comentou. Até o último balanço, 21 pessoas vieram a óbito por complicações após infecção pelo novo coronavírus.

Cuidados

De acordo com Dr. Cabeto, além da faixa etária, é necessário levar em consideração o acesso desses pacientes ao atendimento médico.

"Existe um ponto que é muito importante: conhecer que alguns dos casos desses óbitos ocorreram provavelmente por conta dos indivíduos não terem procurado o sistema e, aí sim, porque quando você procura o sistema e tem acesso a ele, a possibilidade de uma mortalidade cai bastante", explicou.

Entender quais os fatores envolvidos para cada paciente nesses casos seria o necessário para evitar os falecimentos. "Por esse motivo que afirmo que é preciso procurar as UPAs quando houver falta de ar, independentemente se houver fator de risco. É importante procurar uma unidade de saúde quando tiver algum sintoma do coronavírus e tiver acima de 60 anos de idade. Porque isso pode fazer reduzir a mortalidade", finalizou o secretário.



Redação Há 2 horas