Óbitos por coronavírus no Ceará ocorreram de 4 a 11 dias após primeiros sintomas

Secretaria da Saúde confirmou três mortes no Estado; todos eram idosos

Legenda: Hospital São José é uma das unidades do Ceará que recebe pacientes com a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus
Foto: FOTO: JOSÉ LEOMAR

Entre quatro e 11 dias. Esse foi o tempo de evolução das três primeiras mortes pelo novo coronavírus no Ceará, de acordo com o último boletim epidemiológico da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), divulgado nesta quinta-feira (26). O termo "evolução" se refere ao intervalo da identificação dos primeiros sintomas ao óbito. 

As vítimas foram duas mulheres, de 84 e 85 anos, e um homem de 74 anos. Os três viviam com doenças crônicas pré-existentes e moravam em Fortaleza. Segundo o boletim, a mulher de 85 anos morreu apenas quatro dias após apresentar os primeiros sintomas, e sem passar por internação em unidade hospitalar. 

Já o homem de 74 anos permaneceu 11 dias com a doença, sendo cinco deles internado. A covid-19 na mulher de 84 anos evoluiu durante nove dias, dos quais dois ela passou em internação. As informações constam no sistema oficial de notificação do Ministério da Saúde (Redcap). 

De acordo com o órgão federal, o período médio de incubação - tempo entre a infecção e a manifestação dos sintomas - do coronavírus é de cinco dias, com intervalo que pode chegar a 16 dias. No Ceará, atualmente, 21 pessoas com a covid-19 estão hospitalizadas, conforme a Sesa. Do total, 12 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e outras nove em enfermarias.

Com os últimos testes positivos, chegou a 238 pessoas o número de pessoas infectadas em 12 dias, no Ceará. Os registros ocorreram em sete cidades: Fortaleza, Aquiraz, Sobral, Fortim, Groaíras, Juazeiro do Norte e Mauriti. Outros 4.129 casos estão em investigação.
 


Categorias Relacionadas