Óbitos e atendimentos de Covid-19 no Ceará apresentam tendência de redução, afirma secretário

Dr. Cabeto diz que há indícios de redução no número de atendimentos de emergências e nas UPAs, além de queda também nas internações

Legenda: Secretaria da Saúde aponta redução de mortes por Covid-19 nos últimos dias
Foto: FOTO: HELENE SANTOS

Os números de óbitos e de atendimentos para pacientes com sintomas da Covid-19 em hospitais públicos e privados do Ceará têm apresentado redução, conforme avaliação feita pelo secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins, o Dr. Cabeto.

A afirmação foi feita durante coletiva de imprensa online realizada nesta sexta-feira (22). "Há indícios da redução no número de atendimento das emergências, UPAs, do número de internações e da gravidade dos pacientes quando chegam às emergências", pontua o secretário. Durante a transmissão, porém, não foram apresentados dados que demonstrassem a redução dos números.

 

Cabeto destaca, ainda, que as mortes demoram "um pouco" a cair dentro de uma pandemia, devido à quantidade de doentes internados com doenças crônicas. Contudo, os números no Ceará indicam estabilização. "Agora, o que nós estamos vendo é uma tendência à redução desses valores, que estão ali entre 80 e 100 óbitos por dia", declara.

A razão por trás do cenário mais positivo, segundo Dr. Cabeto, seriam algumas ações principais: a melhoria dos protocolos nas unidades hospitalares; a entrada das unidades de Atenção Básica com protocolo de atendimento mais precoce; o aprendizado e a melhora na forma de lidar com os pacientes; e a realização do lockdown.

"Estamos fazendo trabalhos científicos para mostrar se o nosso protocolo, assumido pela Secretaria, tem impacto nisso também. Provavelmente, sim", avalia Martins. A análise foi feita um dia depois que o Ceará atingiu 261 óbitos em 24 horas, recorde de confirmações de óbitos pela Covid-19 desde o início da circulação do vírus no Estado. Durante a coletiva, o secretário enfatizou que os números representam confirmações de mortes de vários dias.

Também na sexta-feira (22), o número de casos confirmados da Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), chegou a 34.573 no Ceará, de acordo com os dados da plataforma IntegraSUS, atualizados às 17h11 pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesa). Em comparação ao informe divulgado às 17h38 do dia anterior, foram 3.160 casos a mais.

Em alerta exibido na plataforma, a Secretaria indica que o "incremento significativo" se deve a uma mudança no consumo de dados do Ministério da Saúde, no sistema E-SUS Notifica, que ocorreu nos dois últimos dias. Já em relação ao número de óbitos causados da doença, foram contabilizados 2.251 até o fim da tarde de ontem (22). Os dados também mostram que 19.765 pessoas se recuperaram da Covid-19 até então.

Ainda durante a coletiva, foi anunciado que o sistema de testagem em massa do coronavírus será ampliado no Ceará. O processo vai ocorrer através de um sistema de testes em drive thru que será implantado em dois shoppings de Fortaleza, mas ainda não foram definidos.

Testagem ampliada

A previsão é de que as estruturas montadas no espaço dos estacionamentos comecem a funcionar em pouco mais de 10 dias. Os testes nesses locais serão voltados para pessoas que não estão apresentando sintomas clássicos da Covid-19. "Estamos estudando a forma de fazer em dois shoppings bem distantes um do outro, para pegar a população saudável. Seriam para pessoas que fazem agendamento", explica o secretário.

Para os pacientes com sintomas da infecção, a Sesa vai implantar o sistema de drive-thru em frente ao Hospital Geral de Fortaleza (HGF). A previsão é de que esse primeiro sistema de testes rápidos comece a funcionar neste fim de semana, segundo o secretário.


Categorias Relacionadas