Motoristas enfrentam trânsito lento na BR-116 durante fiscalização de lockdown em Fortaleza

Barreira montada pela prefeitura e pela Polícia Militar teve apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e tem como objetivo controlar a entrada e a saída de veículos na capital cearense para prevenir a disseminação do novo coronavírus

Legenda: Congestionamento se concentrou no sentido de quem sai de Fortaleza para o município de Itaitinga
Foto: Nilton Alves

Motoristas que precisaram passar pelo Km 17 da BR-116 enfrentaram um longo congestionamento na saída de Fortaleza para o município de Itaitinga, na manhã desta quinta-feira (14). Isso porque uma barreira de fiscalização montada pela prefeitura e pela Polícia Militar tornou o trânsito bastante lento no local.

Desde a última sexta-feira (8), quando entrou em vigor o decreto social mais rígido na capital cearense as fiscalizações têm se tornado mais intensas nas principais saídas da cidade como medida para conter a disseminação do novo coronavírus.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) afirmou que não realiza fiscalização na referida barreira e esteve no local apenas para garantir fluidez possível no trânsito, que já foi normalizado no fim da manhã. 

Logo nas primeiras horas da manhã foi possível notar a fila de carros e caminhões em frente a Secretaria da Fazenda (Sefaz), principalmente no faixa da via que segue no sentido Fortaleza-Itaitinga. Embora a barreira tenha acontecido nos dois lados, o sentido oposto não registrou lentidão.

O gerente geral Francisco Dantas relatou ao Sistema Verdes Mares que ficou cerca de 50 minutos parado no trânsito e acabou desistindo de ir para o trabalho.

"Hoje meu gerente de produção que trabalha comigo na empresa passou mais de 2 horas tentando atravessar e ele saiu de casa bem mas cedo que eu, então resolvi voltar para casa e trabalhar em home office pois vi que não tinha condição de andar mais 6 ou 7 Km até chegar na empresa", disse.