Motoristas de aplicativo param as atividades em protesto por melhores condições de trabalho

A manifestação teve início na tarde desta segunda-feira, nos arredores da Arena Castelão

Legenda: Motoristas de aplicativo realizam paralisação em Fortaleza
Foto: VC Repórter

Uma manifestação reuniu cerca de 400 motoristas usuários do aplicativo Uber na tarde desta segunda-feira (23), em Fortaleza. O ponto de concentração foi os arredores da Arena Castelão, de onde os manifestantes saíram rumo à Assembleia Legislativa, no Dionísio Torres.  

Conforme a organização do ato, as principais reivindicações incluem o reajuste do valor pago por quilômetro rodado, bem como a tramitação de um projeto de indicação na Assembleia para a criação de incentivos fiscais para a categoria. 

Em nota, a Uber informou que a empresa acompanha o movimento e defende que, "como autônomos, os motoristas parceiros têm o livre direito de se manifestar, dentro do que a lei permite".

A companhia reforça ainda que "os motoristas parceiros são fundamentais para o funcionamento da plataforma e para o seu sucesso - milhares de funcionários vêm trabalhar todos os dias nos escritórios da Uber determinados a melhorar a experiência dos motoristas parceiros. Seja em busca de ganhos mais consistentes, seja criando recursos de segurança adicionais ou criando programas de reconhecimento para os parceiros e suas famílias, a Uber vai continuar trabalhando com e para os motoristas parceiros", informou.



Redação 03 de Julho de 2020