Instituto dos Cegos busca doações para manter funcionamento durante pandemia

Organização depende dos recursos obtidos com consultas médicas, exames e cirurgias que foram paralisadas devido as restrições com a pandemia do novo coronavírus

Legenda: Instituição presta atendimento há quase 80 anos às pessoas com deficiência visual
Foto: Lucas Mouras

A Sociedade de Assistência aos Cegos (SAC), conhecida como Instituto dos Cegos, em Fortaleza, criou uma campanha de doações para manter o funcionamento da organização durante o período de distanciamento social devido à Covid-19. A entidade não governamental fundada em 1942 dispõe de clínica, hospital, escola infantil e outros serviços de assistência às pessoas cegas.

 

Os atendimentos são custeados com os pagamentos das consultas médicas, exames e cirurgias oferecidas na SAC com apoio de profissionais prestadores de serviço. "Nós temos uma média de 300 alunos que são assistidos. Além das aulas de profissionalização totalmente gratuitas, eles ainda recebem alimentações cinco vezes ao dia. Mas com a pandemia, a nossa área da saúde precisou ficar parada”, explica a gestora administrativa, Socorro Alencar.

Com a queda dos recursos financeiros, o Instituto dos Cegos enfrenta dificuldades para pagar as despesas de água, energia elétrica e funcionários. No momento, apenas atendimentos de urgência são prestados. “A gente espera que a população volte a vir para as consultas rotineiras, as cirurgias, mas a gente sabe que isso vai acontecer de uma forma bem gradual”, ressalta Socorro.

A deficiência visual se trabalha com o tato e, nessa pandemia, como que a gente toca, como que ajuda as pessoas? É uma questão complexa

A gestora observa ainda que o público atendido pelo Instituto é, em sua maioria, formado por pessoas em situação de vulnerabilidade social. “Por todas essas razões é que a gente está fazendo essa campanha”, conclui.

Doações

Banco do Brasil
Agência: 1702-7
Conta Corrente: 119980-3
CNPJ: 07.018.138 / 0001-67
Sociedade de Assistência aos Cegos

(85) 3206.6830 / 9 8956.6104
 

Mortes por Covid-19 em Fortaleza



Redação 03 de Julho de 2020