Iasmyne Andrade, cearense que lutava contra câncer raro, morre aos 28 anos

Em julho de 2020, o Diário do Nordeste noticiou o retorno dela para casa

Familiares chegaram a realizar campanha na internet para arrecadar dinheiro para o tratamento da jovem
Legenda: Familiares chegaram a realizar campanha na internet para arrecadar dinheiro para o tratamento da jovem
Foto: Reprodução/Instagram

A estudante Iasmyne Andrade de Szasz, 28, morreu nessa quarta-feira (20), aos 28 anos. Há quatro anos, ela foi diagnosticada com câncer no ovário, um tipo raro. A descoberta aconteceu quando ela foi acometida por uma apendicite. Em junho de 2020, a jovem foi internada e passou exatamente um mês no hospital. No mês seguinte, o Diário do Nordeste noticiou o retorno dela para casa.

No Facebook, o pai de Iasmyne, Roderic Szasz — professor conhecido por trabalhar em diversas escolas de Fortaleza — recebeu milhares de mensagem de pesar dos alunos Ele também publicou texto sobre a relação com a filha.

Iasmyne Andrade postava fotos da roina de tratamento e momentos de lazer com a família nas redes sociais
Legenda: Iasmyne Andrade postava fotos da roina de tratamento e momentos de lazer com a família nas redes sociais
Foto: Reprodução/Instagram

"Minha filha amada, tua missão foi tão curta e tão linda. Teu sorriso e jeito de ser encantaram muitas, muitas pessoas. Tua luta foi exemplo de vida a outras centenas, talvez milhares, pelo mundo todo. Agora, minha guerreira maior, descansa em paz. O amor por ti que tua devotada mãe, teu valente e maravilhoso namorado, teu irmão, eu, teu pai e nossas famílias dedicamos jamais será apagado. Tenho até vergonha de tentar colocar em palavras todo o teu valor, depois de ter tantos anos convivido com esse ser iluminado que fostes. Aliás, fostes, não. Continuarás sendo, pois tua Luz não parará de brilhar, onde quer que estejas. Tenho orgulho de ser um mero veículo para a chegada de um ser tão especial à Terra. Te amo. Eternamente", declarou.

O velório da jovem Iasmyne Andrade de Szasz aconteceu na Funerária Ethernus. O corpo da estudante será cremado em ato somente para familiares. 

 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza