Hospital Municipal de Maracanaú contará com 39 leitos exclusivos para pacientes com Coronavírus

Até maio, Hospital Municipal Dr. João Elísio de Holanda receberá 39 leitos, sendo 15 de UTI com respiradores, 23 leitos clínicos e sala de reanimação para pacientes com Covid-19.

Legenda: Estrutura do Hospital Municipal Dr. João Elísio de Holanda está sendo ampliada para atendimento exclusivo de pacientes infectados.

A pandemia do novo coronavírus está exigindo cada vez mais respostas rápidas do setor público no combate à rápida transmissão do Covid-19. Em Maracanaú, a Prefeitura Municipal prepara 39 leitos no Hospital Municipal Dr. João Elísio de Holanda para atendimento exclusivo de pacientes infectados.

“Os primeiros 19 leitos foram entregues no dia 20 de abril, sendo 5 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com respiradores, 13 leitos clínicos e uma sala de reanimação, todos localizados no primeiro andar do Hospital”, afirma Torcápio Vieira, Secretário de Saúde do município. 

No mês de maio, em área próxima ao setor de emergência do Hospital Municipal, serão instalados mais 20 leitos, sendo 10 de UTI com respiradores e 10 clínicos. No total, o Hospital contará com 39 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19.

Legenda: No total, o Hospital contará com 39 leitos exclusivos para pacientes com Covid-19.
 

Para ampliar os investimentos na área da saúde, a Prefeitura de Maracanaú conta com um crédito adicional extraordinário de R$ 21,7 milhões, aberto por meio da Lei Municipal 2.928 de 22 de abril de 2020, visando o combate à pandemia do novo coronavírus em Maracanaú. “O recurso adicional para a saúde, dentro do Orçamento Vigente (Lei Orçamentária Anual - LOA de 2020), é oriundo de Transferência da União, do Sistema Único de Saúde (SUS) e das dotações orçamentária do próprio Tesouro Municipal”, explica o Secretário.
 
Outras medidas 

Além dos investimentos em infraestrutura, a Prefeitura de Maracanaú realiza ações preventivas à contaminação do vírus na cidade, como barreiras sanitárias nas principais vias de acesso ao município. “A barreira sanitária consiste em desinfectar os veículos que entram na cidade pelas principais avenidas de acesso ao município, como a José Alencar e a Padre José Holanda do Vale. A ação ocorre também nas portarias de entrada das Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa), nos dias de maior fluxo”, informa Torcápio Vieira.

Ainda de acordo com o Secretário municipal de saúde, a Prefeitura faz lavagem sanitária nos principais espaços públicos e equipamentos municipais, sobretudo da área da saúde. Além disso, blitzes sanitárias estão sendo feitas com a Polícia Civil, a Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária para inibir aglomerações e reforçar a importância do isolamento social. 

CONTEÚDO PUBLICITÁRIO ESPECIAL
Prefeitura de Maracanaú
Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza


Redação 24 de Janeiro de 2021