Homem que teve 90% do corpo queimado em incêndio em Maracanaú morre no IJF

Morte foi confirmada pela filha da vítima. O acidente aconteceu na noite de quinta-feira (27) no Bairro Alto da Mangueira

Legenda: As vítimas estavam consumindo bebida alcoólica quando o fogo começou
Foto: Foto: Rafaela Duarte/ Sistema Verdes Mares

O homem que teve 90% do corpo queimado durante incêndio em uma quitinete em Maracanaú morreu por volta das 18h desta sexta-feira, 28, no Instituto Doutor José Frota (IJF), onde estava internado há dois dias. O incêndio aconteceu na quinta-feira, 27, no bairro Alto da Mangueira e deixou outro homem ferido, Jucicleudo de Sousa, de 37 anos. 

A morte de Francisco Eugênio Lopes Barbosa, 54 anos, foi confirmada pela filha da vítima. Ele ficou preso na casa e foi necessário quebrar um pedaço de uma parede para que fosse retirado com o corpo ainda em chamas. Os dois homens estavam consumindo bebida alcoólica quando o fogo começou. 

Familiares de Jucicleudo suspeitam que o incêndio tenha sido causado por um cigarro aceso esquecido em cima de um colchão. 

A quitinete com quarto e banheiro, localizada dentro de um beco, ficou destruída. 

Os homens foram socorridos por uma equipe do Samu e encaminhados para o Instituto Doutor José Frota (IJF), no Centro de Fortaleza. Não há informações sobre o estado de saúde atual de Jucicleudo.  

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza


Redação 18 de Outubro de 2020