Halleluya terá esquema de segurança e trânsito

O festival, marcado para os dias 20 a 24 de julho, contará com ônibus extras nos terminais e policiamento

Legenda: O Festival comemora, neste ano, duas décadas de existência em Fortaleza e será mais uma vez realizado no Condomínio Espiritual Uirapuru
Foto: FOTO: ÉRIKA FONSECA

Com cinco dias de atrações musicais e momentos de louvor, Festival Halleluya comemora, neste ano, duas décadas de existência em Fortaleza. Marcado para os dias 20 a 24 de julho, o evento contará com um grande esquema de segurança e transporte, do qual participarão órgãos como as Polícias Civil e Militar, Guarda Municipal, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Autarquia Municipal de Trânsito Serviços Públicos e Cidadania (AMC) e Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

No total, 354 policiais militares e 60 policiais civis farão parte da operação de segurança durante os cinco dias de Festival. Para garantir a mobilidade de quem pretende ir ao evento utilizando transporte coletivo, a Etufor disponibilizará 114 ônibus extras saindo de cinco terminais para o local da celebração, o Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU). As 14 linhas de ônibus que operam nas proximidades do espaço circularão normalmente nas datas do Halleluya.

Doações

A Comunidade Shalom, organizadora do Festival, receberá alimentos não-perecíveis ao longo do evento, que serão distribuídos para cidades prejudicadas pela seca prolongada no Ceará e para projetos de Promoção Humana da entidade. No ano passado, segundo informações do Shalom, quase três toneladas de alimentos foram arrecadadas durante o Halleluya.

A parceria do evento com o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce) também continua pelo 13º ano consecutivo. A expectativa para 2016 é receber 900 bolsas de sangue nos cinco dias. O posto de coleta ficará no Espaço Vida, na entrada do evento pela avenida Silas Munguba.

Em 2015, 844 bolsas de sangue foram arrecadadas, superando as 619 do ano anterior. Em 13 anos, mais de 10 mil pessoas doaram sangue e quase sete mil já tiveram suas vidas salvas. O número de cadastros de medula óssea realizados no evento também subiu: passou de 318 em 2014 para 401 em 2015.

SAIBA MAIS

20 de julho

Lucimare Nascimento/Batista Lima/

Adoração e Vida

21 de julho

André Leite & ID2/Diego Fernandes/

Adriana Arydes/ Rosa de Saron

22 de julho

Ziza Fernandes/ Irmã Kelly Patrícia/

Pe. Fábio de Melo/ Ana Gabriela/ Tony Allysson

23 de julho

Davidson Silva/ Suely Façanha/ Missionário Shalom/Alto Louvor/ Cosme/ Dominus

24 de julho

Naldo José/ Eliana Ribeiro/Dunga

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza

Assuntos Relacionados