Fundação Edson Queiroz planeja espaço reaproveitando resíduos

Concreto e alvenaria provenientes da demolição do antigo Centro de Convenções do Ceará será usado na construção de um novo estacionamento da Universidade de Fortaleza (Unifor)

Legenda: Máquinas operam no antigo Centro de Convenções para demolir a estrutura de concreto do equipamento
Foto: FOTO: JL ROSA

Construir e reaproveitar. Esta premissa foi abraçada pela Fundação Edson Queiroz ao optar pela demolição sustentável do antigo Centro de Convenções, que foi devolvido à mantenedora da Universidade de Fortaleza (Unifor). Todos os resíduos sólidos provenientes do equipamento serão reutilizados na edificação de um novo estacionamento na instituição de ensino superior. De acordo com o cronograma, a obra iniciada no dia 5 de setembro último deve se estender até o dia 31 de dezembro.

Em tempo, já foram retirados a estrutura metálica, cobertas, telhas, piso e revestimentos. Segundo o coordenador do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da Unifor, Oyrton Monteiro, o processo agora envolve a separação dos materiais recicláveis ou reprocessados.

"Vai ser gerado o mínimo possível de rejeito. Em qualquer atividade tem, mas nesse projeto desenvolvido pelos engenheiros, vai ser desenvolvido o mínimo. Esse rejeito é que vai ser levado para o aterro sanitário, como isopor, gesso, lona, tapete e forramento", explica o professor Oyrton Monteiro.

Pavimento

Concreto e alvenaria do Centro de Convenções, porém, serão os itens reutilizáveis para construção dos novos pavimentos dos estacionamentos. Após a demolição completa de ambos, uma usina móvel de reciclagem de resíduos da construção civil será instalada no espaço da intervenção para triturá-los. A máquina é formada por rompedores hidráulicos e pulverizadores de grande potência capazes de triturar concreto.

"Quando tivermos demolido toda essa parte de concreto, e tiver faltando somente o piso, a gente traz a usina móvel e passa nos processadores mais alguma argamassa. A usina vai triturar todo o concreto, e separar ferro para um lado e concreto para outro, em rachão e solo brita, usados para terraplanagem e pavimentação. E depois que você usar o rolo compactador, você tem o pavimento pronto para ser utilizado", detalha o engenheiro civil e responsável técnico pela obra, Mansour Daher Elias.

Ganho pedagógico

Do início da demolição ao reaproveitamento do material processado no aterramento do estacionamento, alunos dos cursos de graduação e pós-graduação em Engenharia Civil, Ambiental e Sanitária e Arquitetura e Urbanismo da Unifor acompanharão todas as fases da obra. O estudantes terão aulas ao ar livre para que assimilem a importância da reciclagem com a economia dos recursos naturais. "Quem tem compromisso ambiental, e que está comprometido com a sustentabilidade, como é o caso aqui da Fundação, tem o cuidado de reutilizar todo resíduo reciclável", complementa o engenheiro.

O antigo Centro de Convenções do Ceará, que fica ao lado do Campus da Unifor, foi devolvido pelo Governo do Estado à Fundação Edson Queiroz em junho último após seis anos de negociações. Como contrapartida, será construído um moderno complexo de arte e cultura, composto de museu, teatro, auditórios e salas multifuncionais. O espaço acolherá ainda a coleção de obras de arte da FEQ, assim como receberá exposições nacionais e internacionais.



Redação 03 de Agosto de 2020