Fortaleza terá reforço de fiscalização em polos tradicionais de Pré-Carnaval

Por decreto, está proibida a venda de bebidas alcoólicas para consumo no local a partir das 22 horas da noite, todos os dias. Medida engloba comércio ambulante, que tradicionalmente se beneficia deste período

O Mercado dos Pinhões, um dos polos de Pré-Carnaval em Fortaleza, deve receber reforço de fiscalização para evitar aglomerações tradicionais deste período.
Legenda: O Mercado dos Pinhões, um dos polos de Pré-Carnaval em Fortaleza, deve receber reforço de fiscalização para evitar aglomerações tradicionais deste período.
Foto: Kid Júnior

A Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) intensifica a partir deste sábado (23), com equipes fixas, as fiscalizações de combate à Covid-19. O reforço será em quatro polos tradicionais de Pré-Carnaval: Largo da Mocinha, Praia de Iracema, Praça da Gentilândia e Mercado dos Pinhões. A medida é para se antecipar às aglomerações típicas deste período.

Além dessa estratégia, o gerente de plantões e operações especiais da Agefis, Reginaldo Araújo, ressalta que a Prefeitura pretende coibir as aglomerações de Pré-Carnaval proibindo a venda de bebidas alcoólicas para consumo no local, em qualquer dia da semana, a partir de 22 horas, em bares, restaurantes, barracas de praia, por ambulantes, lojas de conveniência em postos de combustível ou qualquer outro local. A determinação foi expressa no novo decreto de prevenção à Covid-19 publicado no Diário Oficial do Município.

Balanço das fiscalizações

Ainda segundo o gestor da Agefis, do último fim de semana até este sábado (23), foram registradas 118 fiscalizações e 8 interdições a estabelecimentos comerciais que descumpriram protocolos sanitários impostos pelo Governo para controle da pandemia. A interdição mais recente foi na noite desta sexta-feira (22), num trailer na Cidade dos Funcionários. “Ficará interditado por sete dias”, assegurou Reginaldo, lembrando que o novo decreto possibilita à fiscalização multar e interditar logo na primeira vistoria, conforme necessidade.

Trailer interditado pela fiscalização por descumprir protocolos sanitários fica na Praça da Glória, na Cidade dos Funcionários.
Legenda: Trailer interditado pela fiscalização por descumprir protocolos sanitários fica na Praça da Glória, na Cidade dos Funcionários.
Foto: Kilvia Muniz

As infrações mais comuns nos últimos dias, segundo o gerente, foram a desobediência ao distanciamento social (em mesas e aglomerações de pessoas em pé), a não disponibilização de álcool em gel para higiene das mãos e a não aferição de temperatura na entrada dos locais.

Toda noite, de acordo com a Agefis, duas equipes de fiscalização fazem a rota pela cidade com foco em restaurantes e bares. O trabalho é apoiado pela Polícia Militar, pela Guarda Municipal e pela Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC).

Disseminação da Covid-19

Boletim da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) divulgado nesta sexta-feira (22) mostrou que, entre 10 e 18 de janeiro deste ano, houve aumento de 33,6% no número de testes com diagnóstico positivo de Covid-19 em Fortaleza. 

O relatório apontou ainda que “a segunda onda do ciclo epidêmico cresceu a partir de cadeias de transmissão iniciadas entre jovens dos bairros mais favorecidos do município em outubro [de 2020]” e que, devido a esse comportamento, “atualmente, há dispersão do vírus para outras áreas da Cidade”. 

Denúncias de aglomerações e de descumprimento das regras sanitárias podem ser feitas anonimamente à Agefis pelo número 156 ou pelo canal online do órgão.
 

Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza