Fortaleza terá 23 postos de saúde para tratamento contra arboviroses durante a quadra chuvosa

Secretaria municipal da Saúde considera que há, sobretudo, preocupações em relação à dengue. Em 2020, 7.900 casos foram confirmados na cidade, onde cinco pessoas morreram pela doença

Legenda: Postos de referência estão distribuídos pelas Regionais
Foto: Helene Santos/SVM

Vinte e três unidades de saúde de Fortaleza (veja lista abaixo) estarão direcionadas ao tratamento de arboviroses de fevereiro a maio, quando ocorre a quadra chuvosa, de acordo com o plano de trabalho preventivo direcionado a esta época do ano da Prefeitura, divulgado nesta segunda-feira (11).

"Elegemos diversos postos de referência distribuídos pelas Regionais. Tivemos poucos casos registrados em 2020, mas há preocupações em relação à dengue, sobretudo. Portanto, além do monitoramento epidemiológico, dos boletins das arboviroses e do enfrentamento assistencial, nossas unidades estarão preparadas", explicou a secretária municipal da Saúde, Ana Estela Leite.

Confira os endereços

  • Carlos Ribeiro -- Rua Jacinto Matos, 944, Jacarecanga
  • Oliveira Pombo -- Rua Rio Crande do Sul, s/n, Couto Fernandes
  • Floresta -- Rua Tenente José Barreira, 251, Álvaro Weyne
  • José Paracampos -- Rua Alfredo Mamede, 250, Mondubim
  • Rebouças Macambira -- Rua Creuza Rocha, s/n, Jardim Guanabara
  • Aida Santos e Silva -- Rua Trajano de Medeiros, 813, Vicente Pinzon
  • Irmã Hercília Aragão -- Rua Frei Vidal 1821, São João do Tauape
  • Rigoberto Romero -- Rua Alameda das Graviolas, 195, Cidade 2000
  • Anastácio Magalhães -- Rua Delmiro de Farias, 1679, Rodolfo Teófilo
  • César Cals de Oliveira Filho -- Rua Pernambuco, 3172, Planalto Pici
  • Eliezer Studart -- Rua Tomáz Cavalcante, 546, Autran Nunes
  • Meton de Alencar -- Rua Perdigão Sampaio, 820, Antônio Bezerra
  • Dom Aloiso Lorscheider -- Rua Betel, 1895 Itaperi
  • Gothardo Peixoto F. Lima -- Rua Ima Bazet, 153, Damas
  • Jurandir Picanço -- Rua Duas Nações, s/n, Granja Portugal
  • Maciel de Brito -- Av. A, s/n - 1ª Etapa Conjunto Ceará
  • Regina Maria da Silva Severino -- Rua Itatiaia, 889, Canindezinho
  • César Cals de Oliveira -- R. Capitão Aragão, 555, Alto da Balança
  • Maria de Lourdes -- Rua Reino Unido, 115, Jardim das Oliveiras
  • Mattos Dourado -- Av. Des Floriano Benevides, 591, Edson Queiroz
  • Melo Jaborandi -- Rua 315, 80, Jangurussu
  • Messejana -- Rua Guilherme Alencar, s/n, Messejana
  • Luis Costa --  Rua Marechal Deodoro, 1501, Benfica

Dados

Em 2020, foram notificados 15.201 casos de dengue na capital cearense. Destes, 7.900 casos foram confirmados, e cinco pessoas morreram pela doença. No mesmo ano, 26 casos de leptospirose foram confirmados em Fortaleza, e cinco pessoas morreram pela enfermidade. Entre 2018 e 2020, foram confirmados 237 casos por chikungunya, e duas mortes pela doença. Também no mesmo período, 12 casos de zika foram confirmados em Fortaleza.

Visitas domiciliares

Para reduzir a transmissão de doenças ocasionadas por diversos vetores, a exemplo do mosquito Aedes aegypti e de roedores, a Prefeitura de Fortaleza iniciou, em novembro de 2020, as ações preparativas para a quadra chuvosa de 2021. Reunindo cerca de 1.200 profissionais da Vigilância Ambiental, a estratégia segue até fevereiro e visa à realização de 538 mil visitas domiciliares.

As atividades incluem inspeção de pontos estratégicos em parceria com a Agência de Fiscalização (Agefis), monitoramento de imóveis de grande fluxo, blitze educativas, abordagens, exposições em comércios, terminais de ônibus e barracas de praia.

Também visam orientações educativas nas Unidades de Atenção Primária (UAPS), além da limpeza de logradouros públicos para a remoção de materiais descartáveis, de inservíveis e de pneus que configurem potenciais criadouros, em parceria com a Secretaria da Conservação e dos Serviços Públicos (SCSP).

A operação realiza, ainda, atividades visando ao enfrentamento à leptospirose por meio da prevenção e do combate à proliferação de roedores. Ações de desratização são realizadas em espaços públicos, locais de manejo de resíduos sólidos, bueiros e áreas que representem risco eminente.

Bairros contemplados em 2021

  • Álvaro Weyne
  • Cristo Redentor
  • Barra do Ceará
  • Jacarecanga
  • Jardim Guanabara
  • Pirambu
  • Vila Velha
  • Joaquim Távora
  • Luciano Cavalcante
  • Papicu
  • São João do Tauape
  • Vicente Pinzón
  • Antônio Bezerra
  • Bonsucesso
  • João XXIII
  • Pici
  • Presidente Kennedy
  • Quintino Cunha
  • Rodolfo Teófilo
  • Couto Fernandes
  • Vila Peri
  • Montese
  • Bom Jardim
  • Canindezinho
  • Conjunto Ceará I
  • Granja Portugal
  • José Walter
  • Mondubim
  • Maraponga
  • Planalto Ayrton Senna
  • Parque Genibau
  • Siqueira
  • Aerolândia
  • Barroso
  • Boa Vista
  • Edson Queiroz
  • Jangurussu
  • Conjunto Palmeiras
  • Lagoa Redonda
  • Messejana
  • Passaré
  • Paupina
  • Centro
  • Praia de Iracema
Quero receber conteúdos exclusivos da cidade de Fortaleza