Fortaleza tem chuva e rajadas de vento de até 47 km/h neste domingo

O esperado para a segunda-feira (27) é um predomínio de nebulosidade variável em todas as regiões, com possibilidade de chuva

Escrito por Redação, metro@svm.com.br

Metro
Foto: Gustavo Pelizzon

Fortaleza e a Região Metropolitana registraram, na manhã deste domingo (26), uma forte e repentina chuva com com fortes ventos. O fenômeno, observado por meio dos radares de monitoramento da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), foi causado por uma área de instabilidade próxima do litoral. Os ventos chegaram a 47 km/h, de acordo com o órgão.

As rajadas de ventos estão ligadas às chuvas que aparecem nas imagens de satélite como uma espécie de rodo que traz as precipitações. “O aumento repentino da velocidade dos ventos vem junto com as linhas de estabilidade, um sistema meteorológico que se forma localmente, que traz uma chuva um pouco mais forte, mas pontual”, informou a Funceme.

Devido à intensidade da chuva, o fornecimento de energia em alguns pontos da cidade foi interrompido durante seis minutos, como informou a Enel Distribuição Ceará. A causa foi um desarme da linha de distribuição de alta tensão Água Fria - Papicu. Em nota, a Enel garantiu que o serviço já foi restabelecido

A rajadas de vento causaram quedas de árvores por toda a cidade. Também houve queda de energia em bairros da Capital, como Benfica, Parquelândia e Rodolfo Teófilo.

Na Rua Nolgueira Acioli, no Centro, uma árvore caiu em cima de um veículo. O proprietário estacionou no local para aproveitar a sombra porque no início da manhã o céu estava limpo. Uma equipe do Corpo de Bombeiros foi ao local para remover os galhos do veículo que teve o vidro traseiro quebrado.

> Município tem responsabilidade por danos causados por árvores em ruas e calçadas

Legenda: Motorista contou que não imagina que os ventos teriam tanta força e que, mais cedo, resolveu aproveitar a sombra do local.
Foto: Alana Araújo

Ainda segundo a Funceme, as rajadas estão associadas à chuva forte e passageira, muitas vezes "provenientes da atuação de nuvens do tipo Cumulunimbus".

"Esses fenômenos também são conhecidos como frentes de rajadas, por virem à frente da tempestade. De fato, existe um grande sistema passando no oceano Atlântico, ao norte da Capital", explicou a assessoria do órgão.

Legenda: Árvore cai e bloqueia via na Rua Gastão Justa com a Av. Perimetral.
Foto: Paulo Sadat

Contribuíram para o fenômeno o calor e alta umidade dos últimos dias, que causaram uma instabilidade atmosférica deste sistema atmosférico e proporcionaram as fortes rajadas na próximo ao litoral.

Foto: Funceme


Ventania arranca parte do teto do Aeroporto de Fortaleza

Parte do teto do Aeroporto de Fortaleza foi arrancado durante a forte chuva com rajadas de vento que atingiu Fortaleza e a Região Metropolitana na manhã deste domingo (26).

Pessoas que estavam no aeroporto e arredores registraram imagens mostrando parte da estrutura superior do terminal sendo levantada pelos ventos.

Previsão do tempo

O esperado para a segunda-feira (27) é um predomínio de nebulosidade variável em todas as regiões com possibilidade de chuva na faixa litorânea, na Serra da Ibiapaba, localizada no noroeste do Estado, e no Maciço de Baturité, que fica no sertão central. Também há previsão de eventos de chuvas para a região centro-sul.